22/05/2016

Passo em Frente–Livro de leitura–Ensino Primário

 

passo_em_frente_capa

Hoje trago à memória o “Passo em Frente”, livro de leitura para a 2ª fase do 2º ano do ensino primário, de autoria de Maria Luisa, com capa e (creio) ilustrações de Fernando Garcia.

Data da segunda metade dos anos 70, tendo sido autorizado oficialmente por despacho ministerial de 4 de Junho de 1975.

É uma edição da Livraria Popular de Francisco Franco – Lisboa, com execução gráfica de Peres – Artes Gráficas, L.da.  Tem um custo de capa de 30$00. Tem um formato de 150 x 220 mm e 144 páginas com ilustrações a cores. Tem belos textos de muitos autores portugueses como João de Deus, Matilde Rosa Araújo, Hernani Cidade, José Régio, Virgílio Couto,Raúl Brandão, Maria Cecília Correia, Miguel Torga, Alves Redol, etç.

passo_em_frente_capa_1

passo_em_frente_capa_2

passo_em_frente_capa_3

20/05/2016

James Stewart





Passam hoje 108 anos sobre o nascimento de James Stewart, actor norte-americano (Indiana, 20 de maio de 1908 – Los Angeles, 2 de julho de 1997). Foi um actor de eleição, tanto no cinema como no teatro e televisão.

Da sua vasta filmografia ao longo de mais de meio século, as minhas memórias vão principalmente para as suas interpretações em filmes western, de resto traduzidas numa das populares colecções de cartões (cromos) de cowboys que pelo final dos anos 60 eu e a malta da minha geração coleccionava. Recordo "A Conquista do Oeste", "Flecha Quebrada"  e "Winchester 73", entre outros. Fora da temática do western, recordo "Janela Indiscreta", de Alfred Hitchcock e "Águia Solitária - The Spirit of St. Louis" em que recria a façanha aeronáutica de Charles Lindberg ao fazer a travessia do atlântico norte.

 Nota: O fotograma que deu lugar ao cromo acima reproduzido (Nº8 de uma colecção de 99) foi extraído do filme "Flecha Quebrada" (Broken Arrow), de 1950, a que se referem também as outras duas imagens que ilustram este artigo. Abaixo o poster oficial do filme.


19/05/2016

Silvestre & Tweety


A série de desenhos animados "Silvestre & Tweety", no original "Sylvester and Tweety", é daquelas que não pode faltar em qualquer lista de séries que se classifiquem como emblemáticas ou clássicas no panorama da televisão, ao mesmo nível de muitas outras como "Tom & Jerry", de resto com muitas semelhanças de estilo e enredo substituindo-se o passarinho pelo ratito.Faz parte da época dourada da animação norte-americana.
As histórias são por demais conhecidas e resumem-se às constantes perseguições e tramóias do gato Silvestre para apanhar e comer o passarinho Tweety, mas, por atrapalhação, esperteza do pássaro ou intromissão da dona, a vóvó, as coisas correm invariavelmente mal para o bichano que, contudo, nunca desiste, apesar da porrada a que se sujeita.
"Silvestre e Tweety" foi produzida pela Looney Tunes com distribuição pela Warner Brothers, entre 1942 e 1964, comportando 46 episódios. Tweety foi criado por Robert Clampett em 1942 e Sylvester por Friz Freleng em 1945.
Esta série foi criada para rivalizar com a famosa dupla "Bugs Bunny & Daffy Duck". Foi nomeada por três vezes para os óscares tendo sido premiada por duas, a primeira logo em 1947 e a segunda dez anos depois.
Da mesma produção, o gato Sylvester também fez dupla com o também famoso ratito Speedy Gonzalez, mantendo-se a filosofia do binómio perseguidor/perseguido em que ao primeiro tudo corre mal por esperteza e rapidez do perseguido.

18/05/2016

Papa João Paulo II



Fosse vivo o Papa João Paulo II (o polaco Karol Józef Wojtyła) celebraria hoje o seu 96º aniversário, já que nasceu em 18 de Maio de 1920.
Este foi um dos mais carismáticos papas da era moderna, tendo falecido em 2 de Abril de 2005 depois de um papado de quase 30 anos (desde 16 de Outubro de 1978), o 3º maior pontificado documentado da História da igreja católica.

16/05/2016

Debra Winger - Oficial e Cavalheiro



Está neste dia de parabéns a Debra Winger (Cleveland - Estados Unidos), 16 de Maio de 1955).
Desta actriz norte-americana, destaco sobretudo a sua participação num dos emblemáticos filmes dos anos 80 (1982), "Oficial e Cavalheiro" (An Officer and a Gentleman) em que no papel de Paula Pokrifki contracenou com Richard Gere, este como Zack Mayo. De resto por esta sua participação foi nomeada para os óscares de 1983, juntamente com Sissy Spacek, Jessica Lange, Julie Andrews e Meryl Streep, perdendo para esta  última com a sua interpretação no filme "Sophie´s Choice."
Como curiosidade, Debra Winger assegurou a voz do boneco extra-terrestre E.T. no filme de 1982, embora alterada digitalmente.
Fica, pois, nesta data do seu aniversário esta simples evocação de uma bonita e excelente actriz mas obviamente muito mais para além disso

13/05/2016

Caldos Maggi–As donas de casa preferem-no

 

caldos_maggi_2

caldos_maggi_1

Hoje trazemos à memória os caldos Maggi, em dois cartazes publicitários datados de 1964 e 1965.

Na época o uso deste produto era sinónimo de modernidade e facilitava a vida das donas de casa no tempero e acrescento de sabor de comidas. Tal como na actualidade, a Maggi concorria com a Knorr e obviamente a gama de produtos alargou-se muito para além dos caldos, nomeadamente com alimentos ultra-congelados. A Maggi actualmente faz parte da Nestlé.

Sobre a marca:

Maggi é uma marca de sopas instantâneas, cubos de sopa, ketchups, molhos, condimentos e macarrão instantâneo da Nestlé. A empresa original foi criada em 1872 na Suíça, quando Julius Maggi assumiu a fábrica de seu pai. Ele rapidamente se tornou um dos pioneiros da produção industrial de alimentos, com o objetivo de melhorar o consumo alimentar de famílias de trabalhadores. Maggi foi o primeiro a trazer farinha de leguminosas rica em proteínas para o mercado, e seguiu-se com uma sopa pronta à base de farinhas de leguminosas em 1886. Em 1897, Julius Maggi fundou a empresa Maggi GmbH na cidade alemã de Singen, onde está ainda hoje estabelecida.

Em partes da Europa, México, Malásia, Brunei, países de língua alemã e nos Países Baixos, República Checa, Eslovénia, Eslováquia, Polônia e França, "Maggi" ainda é sinônimo da marca "Maggi-Würze" (molho de condimentos Maggi), um molho escuro de proteínas hidrolisadas à base de vegetais que é muito semelhante ao molho de soja do leste asiático, salvo que na verdade não contêm soja.[1] Foi introduzido em 1886, como um substituto barato para o extrato de carne. Desde então se tornou uma parte bem conhecida da cultura culinária cotidiana na Suíça, Áustria e especialmente na Alemanha. É também bem conhecido na Polônia e Países Baixos.

O cubo de caldo de carne ou "cubo Maggi" foi introduzido em 1908, que foi outro produto para substituição da carne. Como caldos de frango e carne bovina são muito comuns nas cozinhas de diversos países, os produtos da empresa possuem um grande mercado mundial.

Em 1947, após várias mudanças na propriedade e estrutura corporativa, a holding Maggi se fundiu com a empresa Nestlé para formar a Nestlé-Alimentana SA, atualmente conhecida em sua sede francófona como Nestlé SA. (fonte: Wikipedia)

 

- Tópicos relacionados:

Royco – Caldos, sopas e birras de crianças
Royco cup-a-soup – É do caneco…

12/05/2016

Manuel Alegre



Está de parabéns neste 12 de Maio, Manuel Alegre, conhecido poeta e político português. Há quem passe uma vida profissional como pescador, pedreiro ou trolha; Manuel Alegre, nascido em Águeda no ano de 1936, agora com 80 anos, dedicou-se à política, com diversos cargos, nomeadamente em governos e sobretudo como deputado pelo Partido Socialista na Assembleia da República durante mais de 30 anos..

Estudo Direito em Coimbra. Foi actor de teatro Foi preso pela PIDE e esteve exilado em França e na Argélia durante uma década. Foi locutor da Rádio Voz da Liberdade que difundia conteúdos de apoio aos movimentos de libertação das antigas províncias ultramarinas e contra o regime de Salazar.
Chegou a ser atleta tendo vencido um campeonato nacional de natação e nesta modalidade foi atleta internacional pela Académica.

Regressado a Portugal logo após a revolução de Abril de 1974, exerceu funções na Radiodifusão Portuguesa e ainda nesse ano aderiu ao Partido Socialista mas a sua militância partidária começara anos antes no então clandestino Partido Comunista Português que abandonou  já no final dos anos 60.

Foi candidato à presidência do seu partido, que perdeu para José Sócrates em 2004 e ainda candidato a presidente da república em 2006 como independente (com a curiosidade de obter maior votação que o candidato Mário Soares) e em 2011 como candidato do PS, perdendo para Cavaco Silva

Como poeta, destaca-se como popular a "Trova do Vento que Passa", passada a fado e cantada por várias vozes como Adriano Correia de Oliveira e Amália. Foi um autor multi-premiado vencendo: Prémio da Crítica da Associação Portuguesa de Críticos Literários (1998); Grande Prémio de Poesia APE/CTT (1998); Prémio Pessoa (1999); Prémio Fernando Namora (1999); Prémio de Literatura Infantil António Botto; Prémio D. Dinis (2007); Grande Prémio Vida Literária (2016).
Goste-se ou não, como poeta ou como político, Manuel Alegre, é sem dúvida uma das figuras grandes do panorama da nossa política, das letras e cultura.

Talvez queira rever: