01/04/2008

Rebuçados do Dr. Bayard

 

dr bayard santa nostalgia

dr bayard 03

Os rebuçados do Dr. Bayard.
Quem não se lembra dos famosos rebuçados peitorais do Dr. Bayard, compostos por glucose, alteia e mel e xarope de plantas medicinais?
Desde os meus tempos de menino que me recordo destes saborosos rebuçados, tidos como milagrosos contra a tosse, rouquidão e em todas as afecções dos órgãos respiratórios.
Normalmente ao primeiro sintoma de uma destas mazelas, os rebuçados do Dr. Bayard surgiam logo em casa como o remédio mais à mão. Claro que normalmente os rebuçados não resolviam coisa alguma. Quando muito ajudavam a deteriorar os dentes, mas que eram gostosos, lá isso eram.
Actualmente a marca mantém-se, resistindo como um produto clássico, no que ajuda a manutenção da sua imagem de há muitos anos e muita gente continua a chupá-los, que mais não seja pelo seu agradável sabor.

A história tem origem no final dos anos 30, com Álvaro Matias, que conhecera um médico farmacêutico francês, o Dr. Bayard, fugido das provações da II Guerra, que antes de regressar a França, deixou a famosa receita ao amigo português, bem como os famosos desenhos de gente de todas as idades a tossir, bem como a assinatura que ainda hoje se mantém como logotipo da marca.

(sítio oficial)

1 comentário:

  1. estes ainda andam por aí. conto com eles sempre que a garganta começa a arranhar. ainda agora comprei umas pastilhas xpto todas moderninhas na farmácia, já vou na segunda caixa e a garganta ainda nao voltou ao normal. lá terei de recorrer aos velhinhos e deliciosos rebuçados! :)

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: