29/07/2008

Jogo do Rapa

 

jogo do rapa santa nostalgia

o "Jogo do Rapa" é um dos mais populares do nosso país, sendo jogado quase sempre por crianças, tanto rapazes como raparigas, principalmente durante o tempo da escola primária.
O Rapa pode ser jogado tanto por duas como por mais crianças. Regra geral pode ser jogado à volta de uma mesa, num muro com base superior plana e mais ou menos regular ou até no próprio chão, tanto dentro de casa como no chão do próprio caminho ou terreiro.


Para o "Jogo do Rapa" é imprescindível o uso de um pequeno objecto fabricado em madeira, exactamente um pequeno pião, com o corpo principal dotado com quatro faces, mais ou menos quadradas, com um bico em cone e uma ponta superior, cilíndrica, para ser rodopiada com um movimento de rotação dos dedos polegar e indicador. O pião podia estar mais ou menos decorado com faixas de tinta de várias cores o que dava um bonito efeito quando rodopiava.


Cada uma das faces está pintada com uma letra, maiúscula, portanto com um total de quatro letras e que são: R, P, T, D. O R significa "Rapa", isto é, o jogador que rodou o pião pode recolher todas as prendas que estão no centro do local do jogo. Esta é a jogada mais desejada; O P significa "Põe" pelo que o jogador deve colocar na mesa uma prenda adicional; O D, quer dizer "Deixa", pelo que se deve deixar tudo na mesma, sem recolher nem pôr; Finalmente, o T, significa "Tira", pelo que deve ser retirada uma prenda pelo jogador que rodopiou o pião. Por conseguinte, a jogada mais desejada é o R, pois permite rapar todo o espólio das prendas em jogo. Depois de todos os jogadores terem jogado a sua vez, o jogo é retomado com os jogadores novamente a colocarem cada um uma prenda e assim sucessivamente em cada ciclo. Escusado será dizer que se a opção D, "Deixa", calhar com alguma frequência, o espólio das prendas tende a aumentar pelo que a próxima saída do R,  "Rapa", será deveras ambicionada e rentável.


No início de cada jogada, os jogadores devem sortear ou "cantar" a ordem de jogar. O primeiro será o "primas", o segundo o "xigas" e o terceiro o "restas". Se houver mais de três jogadores, será atribuída a ordem numérica, ou seja, quarto, quinto, sexto, etc.
Cada jogador deve colocar no centro do plano do jogo uma prenda. Seguidamente o pião é rodopiado no centro da mesa, por cada jogador, de acordo com a ordem estabelecida, devendo rodar até caír aleatoriamente. A letra correspondente à face voltada para cima significa a acção que cada jogador deve tomar, conforme acima descrito.


Tradicionalmente, em muitas regiões, o "Jogo do Rapa" está associado à época natalícia, sendo jogado a pinhões, rebuçados ou uvas-passas. Os estudiosos dizem que há uma relação com um jogo de tradição judaica, muito semelhante.


Na minha região o Rapa não tinha propriamente uma época definida pelo que se jogava em qualquer altura do ano. Aliás, muitos dos jogos do nosso tempo de criança eram um pouco de modas. Numa determinada altura dava-se preferência a um determinado jogo mas volvido algum tempo era ver entretida a criançada com outro jogo.
Na minha região o pequeno pião de madeira, indispensável ao jogo, é conhecido por "piorra". Noutras terras, porém, é conhecido mesmo por "pião" ou também por "rapa".
Quanto às prendas, era o que calhava. Tanto se jogava a botões como a cromos e caricas. Na época da Páscoa era frequente jogar-se a rebuçados de caramelos ou amêndoas.

8 comentários:

  1. Obrigado por publicar este comentario sem ele eu teria nega a A.P.
    Publique mais temas com inf. sobre os jogos tradicionais


    Desde já...
    Obrigado :D

    ResponderEliminar
  2. e eu tirava ma nota nos testes, qe isto sai nas fichas de trabalho de matematica na parte das probabilidades

    ResponderEliminar
  3. Muito interessante esta ideia. Precisava saber o funcionamento do Jogo do Rapa e "voilá" a sua informação foi-me muito útil. Obrigada
    Maria José

    ResponderEliminar
  4. Muito interessante! Encontrei no outro dia um pião destes no chão. Mas em vez de ser de madeira é de um metal pesado e dourado, as letras estão cravadas em vez de pintadas e tem cerca de 3 centímetros de altura.
    Como estive de férias (e portanto longe de pessoas, livros ou Internet) passei a semana inteira a questionar-me para que serviria este "estranho peão". Cheguei a tentar inventar jogos ou a tentar associar a algum jogo de cartas. "Será que R é rei, e D é dama? Mas então e onde está o V de valete? e o que será P e T?".

    Diverti-me, e inventei bastante à custa deste peãozinho. E agora parece-me que ainda vou tentar arranjar alguém com quem jogar ao verdadeiro jogo. Haha

    Muito obrigada pela informação
    Fiquei fascinada

    ResponderEliminar
  5. Informação ótima para começar a cativar os mais novos a jogar e a passar bons momentos em família e amigos.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. boa tarde a pedido de uma loja de artesanato eu fiz peões para este jogo do rapa e tenho para venda caso ainda esteja interessado veja a minha pagina no facebook (arte em fogo nuno rosado) e mande mensagem obg

      Eliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: