21/07/2008

O livro da primeira classe - 1954

 

santa nostalgia o livro da primeira classe 001 

santa nostalgia o livro da primeira classe 002

santa nostalgia o livro da primeira classe 003

santa nostalgia o livro da primeira classe 004

santa nostalgia o livro da primeira classe 005

santa nostalgia o livro da primeira classe 006

santa nostalgia o livro da primeira classe 007

O Livro da Primeira Classe - Ensino Primário Elementar

Autor: Ministério da Educação Nacional

Editora: Editora Educação Nacional, L.da - Porto

Ano da edição analisada: 1954

Formato: 173 x 225 mm - 144 páginas

Ilustrações: A cores. de autor desconhecido.

 

- Trata-se de um dos mais bonitos livros de leitura do ensino primário, nomeadamente da primeira classe. Segue o esquema habitual de ensino na época, principiando pelas vogais, partindo para as consoantes, com leituras de acordo com as letras aprendidas.

Tem ainda uma secção destinada à aprendizagem da doutrina cristã (páginas 91 a 112), com as principais verdades da fé católica, mas também com noções e princípios dos deveres cívicos.

A terceira secção é dedicada ao ensino da aritmética (páginas 113 a 144), com a aprendizagem dos números e sua noção, noção de quantidades, exercícios com as operações de soma, subtracção, divisão e multiplicação. Todos os exercícios estão profusamente ilustrados ajudando em muito o processo de compreensão e aprendizagem. Reúne conhecimentos que nos nossos dias só são adquiridos já ao nível da terceira ou até mesmo da quarta classes o que não surpreende se tivermos em linha de conta que a antiga quarta classe comportava um desenvolvimento e conhecimentos  agora adquiridos apenas ao nível do nono ano.

Um dos aspectos de todo o livro é a qualidade das suas ilustrações, com belas cores, tornando a sua leitura num exercício agradável.

Foi livro único durante bastantes anos pelo que é hoje muito recordado por muitos portugueses.

18 comentários:

  1. Como eu me lembro destes livros todos, as saudades que me deu...
    Excelente blog, vou começar a visitá-lo mais vezes...
    Sandra C.

    ResponderEliminar
  2. Sandra,
    Obrigado pelas palavras.
    Volte sempre que quiser.

    Santa Nostalgia

    ResponderEliminar
  3. Nos já distantes anos de 1943, foi este o meu Livro da Primeira Classe, ainda que com uma capa diferente!...Hoje, já com 72(quase 73) anos de idade, tenho uma imensa saudade desses tempos(mas não da situação internacional dessa altura em que estavamos no auge a II Guerra Mundial, de má memória!...)
    Octávio Botelho-Ribª.Grande-S.Miguel-Açores

    ResponderEliminar
  4. No já distante ano de 1943, foi este o meu Livro da Primeira Classe que, embora com capa diferente,era igual em conteúdo interior.Hoje com 72 anos(quase 73 de idade)ainda tenho saudades dessa época, em que era menino e moço!Devo no entanto dizer que, da situação internacional que se verificava naquela altura, não tenho qualquer saudade, pois estávamos no auge da II Guerra Mundial, de tão má memória para quem passou por ela!...
    Octávio Botelho-Ribª.Grande-S.Miguel-Açores

    ResponderEliminar
  5. Gostaria de saber onde posso comprar esse livro, nao consigo encontrá-lo em lado nenhum.

    ResponderEliminar
  6. Olá

    Pode encontrar os 4 livros, da 1ª à 4ª classe, por 57€ ou cada volume por 14,70€ na Editora:
    http://www.editoraeducnacional.pt/pt_pt/maxshop/produto/31/livros-reeditados/pack-/

    Boas recordações ;)

    ResponderEliminar
  7. o meu livrinho da 1ª classe! meu e dos meus 3 irmaos, q naquele tempo nao havia luxos.
    mas fui eu q o "estreou", novinho em folha, com cheirinho a livro novo, hábito q ainda hoje tenho, cheirar sempre os livros quando os compro (cada tolo tem a sua mania!)
    abraço
    rosamaria

    ResponderEliminar
  8. Que saudades da leitura destes belos livros onde eu aprendi a ler e a escrever com os meus excelentes e dedicados professores saíamos da escola com a quarta classe a saber mais que hoje no 12º,ler,escrever,história,ciências,geografia,aritmética,gramática etc

    ResponderEliminar
  9. Sinto inveja de quem tem saudades dos livros da 1ª, 2ª, 3ª e 4ª classe da instrução primária. Em 1952, com os meus 7 anos de idade a minha mãe levou-me á escola de pés descalços (o calçado era para os mais abastados)percorrendo dois quilómetros de terra batida (na minha aldeia não havia estradas alcatroadas). Levava uma sacola de sarapilheira e, simplesmente, uma ardósia e um lápis de igual condição. livro da 1ª classe não tinha. Quando fiz a 4ª classe com 11 anos fui trabalhar com os meus pais na agricultura (trabalho infantil!). Hoje, com os meus ainda jóvens 65 anos de idade, não sou "saudosista" por que jamais esqueço quão difícil foi a minha infância (revejo-me nos homens que nunca foram meninos).

    Com os meus cumprimentos
    António Carvalho

    ResponderEliminar
  10. Sinto muitas saudades desse tempo, embora o mesmo não fosse propriamente um mar de rosas. Recordo os livros que nunca tive, mas mesmo assim me ensinaram a vontade de vencer.
    Os filhos dos muito pobres dessa altura até o trabalho lhe era negado, o que lhes era proporcionado era a escravidão, mas mesmo assim há sempre algo de bom que fica, já que mais não seja a partilha que sempre me acompanhou

    Com estima
    Antónia Oliveira

    ResponderEliminar
  11. Este blog ajuda a completar o puzzle da infância ao qual já faltam peças, perdidas no tempo. Que agradável surpresa! Sem saudosismos, mas com o gostinho adocicado da nostalgia. Parabéns! Vou voltar.
    Kitucha (nickname da minha meninice, na altura com Q em vez de K)

    ResponderEliminar
  12. Maria Emília Bispo21/08/12, 11:50

    Gostava tanto que a minha filha de 7 anos pudesse observar as páginas destes livros e sonhasse como eu estou a sonhar neste momento! Por favor ajudem-se a incutir-lhe o gosto pela leitura e pela escrita. Foi à procura do passado que encontrei este maravilhoso blog. Obrigado. O meu mail é: mila1966@sapo.pt

    ResponderEliminar
  13. Meu querido livro de leitura da primeira classe...Contigo entrei na aventura das primeiras letras, das palavras e das histórias.
    Antes da entrada na escola primária, pedia á minha mãe que entretanto aprendeu a ler com os meus irmãos mais velhos, “pois nunca andou na escola” para me ler as histórias, sonhando com o dia em que o pudesse fazer por mim própria.
    Jamais esqueci o meu primeiro livro. Principalmente no início onde apareciam as cinco vogais associadas às gravuras que começavam com a respectiva letra. Também a letra H com o boneco a unir os lábios explicar que o h é letra muda, a lição da feira e a da Emilita que faziam a transição da primeira para a segunda fase do livro. Mas, sinceramente da capa não me lembrava.
    Hoje com 63 anos, ao inquirir o motor de busca sobre livros da primeira classe, ele traz até mim o seu blog, eu senti o verdadeiro sentido da palavra nostalgia.
    Obrigada Santa Nostalgia.

    ResponderEliminar
  14. Boa tarde
    Se calhar esta informação que vos deixo,já vem um pouco tarde.
    Todos estes livros antigos da primária,encontram-se á venda nas estações dos correios.
    São da Porto Editora,e rondam os 14/15 euros cada um.A principio nem queria acreditar,até que me decidi pegar num,e foi como que um relâmpago,um clarão que de imediato me transformou para a minha saudosa sala de aula onde fiz a quarta classe,de 1960,a 1964.Muitas saudades desse tempo,apesar da miséria,e da ditadura,podíamos andar de noite tranquilos que não havia medo!
    Não,não sou saudosista de Salazar,nem do antigo regime,sou saudosista do respeito,da honradez,e das brincadeiras inocentes que as crianças praticavam no recreio da escola.

    ResponderEliminar
  15. Olá boa tarde! Gostaria de receber o livro em pdf seria possível? Cumprimentos,
    Sofia Nunes.

    sofiajfnunes@gmail.com

    ResponderEliminar
  16. Boa tarde.
    Magnífico trabalho! Será possível receber em pdf os quatro manuais da primária adotados entre 1964 e 1968 ? O meu mail é:
    mariamoreiradesousa@gmail.com
    O site do Ministério não está acessível.
    Grata pela atenção

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: