17/09/2008

Coisas do antigamente

 

santa nostalgia_banner

Há dias recebi um email de uma simpática visitante, questionando-me sobre o facto de não publicar memórias e nostalgias sobre os anos mais recentes. Agradeci a questão e respondi o seguinte:

O Blogue Santa Nostalgia, modestamente, abarca sobretudo memórias pessoais e colectivas vividas nos anos, 60, 70 e 80. Embora até já tenha existido essa referência na apresentação do blogue, foi no entanto retirada, porque nâo existe um espartilho temporal assim tão rígido. É apenas um farol no mar das divagações.
Por outro lado, mesmo recordando, revivendo e partilhando (com cada vez mais visitantes) as memórias que guardo desse período, a verdade é que muitas delas têm ligações que descem a períodos anteriores como até sobem aos nossos dias, nomeadamente nos posts relacionados com o que chamo de publicidade antiga ou nostálgica, onde recordo produtos e marcas que, sendo antigas, ainda se mantêm actuais.


Não será, pois, de esperar que traga aqui como memórias e nostalgias situações referenciadas aos anos 90, pelo menos de forma recorrente. Para mim, um programa de televisão, uma música, um filme ou um produto dessa década não é assim uma nostalgia tão forte que mereça, pelo menos para já,  ser aqui trazida à memória, porque, obviamente, ainda está muito presente.


Olhando para a nossa blogosfera, abarcando os finais dos anos 80 e a década de 90, constato que há diversos espaços que exploram esse intervalo temporal. Por conseguinte, é com um sorriso que verifico que memórias dos anos 90 já são consideradas coisas do antigamente para certos bloguistas e respectivos visitantes. Nada contra, pelo contrário, mas as minhas coisas do antigamente, os meus verdes anos, e estou certo que do grosso dos visitantes do Santa Nostalgia, situam-se um pouco mais abaixo no poço do tempo. Em contrapartida, há também quem fale de coisas ainda mais antigas, para mim as mais interessantes de recordar. Essas eu não perco.

Faz, pois, sentido que a apresentação do Santa Nostalgia refira: Um espaço onde se pretende matar saudades e memórias ou até ressuscitá-las. Recordações dos tempos idos da nossa infância e juventude. Porque recordar é viver.

Ora os meus tempos de infância e juventude, já lá vão. Agora só mesmo em memórias e nostalgias. É esse o sentido do Santa Nostalgia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: