03/09/2008

Publicidade nostálgica - Tampões TAMPAX

 

tampax_publicidade antiga_santa nostalgia

tampax_001

tampax_002

tampax_003

image

image

Já falamos aqui do Reglex, uma marca de pensos higiénicos que permitiu às mulheres uma maior liberdade na sua higiene íntima naqueles dias complicados do período menstrual.

Hoje, trazemos à memória os não menos famosos tampões TAMPAX, um produto de uso interno, alternativo aos pensos higiénicos, com uma propalada vantagem quanto à liberdade de movimentos e maior à vontade nas actividades do dia-a-dia.

A já longa história do TAMPAX teve início em 1929, em Denver, Colorado, nos Estados Unidos, sendo criado pelo médico ginecologista Earle Cleveland Haas, adoptando os mesmos princípios dos tampões cirúrgicos em algodão, pretendendo com isso uma alternativa mais prática e funcional comparativamente com os volumosos e desconfortantes pensos higiénicos de então, usados pela sua esposa e pelas suas pacientes. Para o efeito produziu um rolo de algodão prensado costurado a um cordão interior. Este cordão permitia fixar as fibras e simultaneamente era usado para facilitar a retirada do tampão depois de aplicado na vagina.

No início, já com a patente do produto noutras mãos, o processo de fabrico, divulgação e comercialização deste produto sofreu avanços e recuos, com fortes batalhas no campo da mudança de mentalidades e hábitos. Os habituais locais de venda (drogarias) recusavam-se a comercializar e mesmo os jornais torciam o nariz à sua publicitação por considerarem o produto ofensivo e imoral para as mulheres.

Felizmente, na  conceituada revista do sector, a Drug Store Retailing, alguém descobriu e interessou-se pelos tampões e seus conceitos, promovendo uma sériea  divulgação, sendo assim apresentado como um novo e inovador produto. Com esta preciosa ajuda, estavam conseguidas as bases para o seu lançamento, o que aconteceu em 1936. A sua utilização por milhares de mulheres mobilizadas pela II Guerra Mundial ajudou a cimentar e popularizar os conceitos de eficiência e facilidade de uso. Aos poucos os tampões TAMPAX foram ganhando a confiança das mulheres e em pouco tempo ganhou populariade espalhando-se por todo o mundo.

Hoje a marca pertence ao grupo  Procter & Gamble e está fortemente implantada, acompanhando as modernas tecnologias de produção e fabrico, e apresenta-se em diversos formatos adequados às diferentes necessidades e características das mulheres modernas.

Apesar do seu sucesso e da sua generalização a nível mundial, estimando-se que esteja implantado em 150 países e seja consumido regularmente por 100 milhões de mulheres, adultas e adolescentes, ainda há muita relutância no uso destes tampões, chamados de absorventes internos, por serem considerados invasivos. Por outro lado os pensos higiénicos evoluiram bastante ao nível da sua capacidade de absorção, conforto e facilidade de utilização, pelo que ainda continua a ser o produto preferido das mulheres para retenção dos seus periódicos fluxos menstruais.

Seja como for, são incontornáveis as nossas memórias relativamente a este produto e a esta marca, Tampax, porque fizeram parte do quotidiano de muitas mulheres e por isso entraram também num certo folclore humorístico e brejeiro da nossa sociedade, sempre profícua a brincar com as situações ligadas à menstruação. Mas estas recordações e brejeirices podem ser motivo para um futuro post. Quem sabe...

- Tampax - URL

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: