26/11/2008

Ritchie - Menina Veneno

 

Estávamos no ano de 1983 quando foi lançada a música "Menina Veneno", interpretada pelo inglês (Richard David Court) radicado no Brasil, de nome artístico Ritchie.
A música pegou de estaca e depressa se tornou num êxito tanto no Brasil quanto cá em Portugal.

No Brasil, nesse ano, foi o tema que mais passou na rádio. Por cá não deve ter andado longe do pódio.
Recordo muito bem esse tempo e o tema a passar em tudo quanto era rádio. Nas discotecas da altura era tema obrigatório e em alguns dos meus namoricos da época estão associados à "Menina Veneno". Como não podia deixar de ser, mandei gravar a faixa numa cassete das melhores, a BASF Chrome Extra II 9. Ainda deve andar por alguma das velhas gavetas. Durante algum tempo, "Menina Veneno"  foi um tema que frequentemente interpretava com o meu violão.


"Menina Veneno" foi escrita em parceria com Bernardo Vilhena e fazia parte do álbum "Voo do Coração", com a etiqueta da Sony.

A música de facto teve muito êxito e ao longo dos tempos já conheceu diversas versões interpretadas por reputados artistas, nomeadamente a Rita Lee.

image

image

image 

Ritchie interpretando a música na época.

Ritchie interpretando "Menina Veneno", em 2004, já bem mais velho.

image

Foi numa cassete como esta que gravei o êxito do Ritchie, "Menina Veneno", que mandei gravar numa loja de discos da minha zona.

 

Sobre Ritchie, pode visitar a sua página, onde são dados a conhecer alguns pormenores da sua biografia, carreira e discografia.

Aqui fica a letra da famosa música dos anos 80:

Menina Veneno

Ouço passos na escada
Vejo a porta abrir
Um abajur cor de carne
Um lençol azul
Cortinas de seda
O seu corpo nu

Menina Veneno
O mundo é pequeno demais pra nós dois
Em toda cama que eu durmo
Só dá você, só dá você,
Só dá você, (yeah, yeah, yeah, yeah)

Seus olhos verdes no espelho
Brilham para mim
Seu corpo inteiro é um prazer
Do principio ao sim
Sozinho no meu quarto
Eu acordo sem você
Fico falando pras paredes
Até anoitecer

Menina Veneno
Você tem um jeito sereno de ser
E toda noite no meu quarto
Vem me entorpecer, me entorpecer
Me entorpecer, (yeah, yeah, yeah, yeah)

Meia-noite no meu quarto
Ela vai surgir
Eu ouço passos na escada
Vejo a porta abrir
Você vem não sei de onde
Eu sei vem me amar
Eu nem sei qual o seu nome
Mas nem preciso chamar

2 comentários:

  1. Penso que infelizmente o tema não teve muito sucesso em Portugal.

    Já no Brasil foi um grande sucesso ...

    ResponderEliminar
  2. Para relembrar novelas e séries brasileiras (bem como algumas músicas)

    http://memoriadatv.blogspot.com/

    Que não está associada á radio com músicas infantis (é apenas coincidência)

    http://memoriatv.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: