05/05/2009

Pippi das Meias Altas


Confesso que já há bastante tempo que era meu propósito trazer à memória a série de televisão que entre nós ficou conhecida como "Pippi das Meias Altas", mas faço-o agora por uma razão especial e coincidente que é o facto da actriz, que interpretou a personagem Pippi, Inger Nilsson, ter celebrado ontem o seu 50º aniversário, já que nasceu em 4 de Maio de 1959. Não me foi possível terminar o artigo ontem pelo que publica-se hoje.

Inger Nilsson nasceu na Suecia, tal como a série que interpretou, no original com o título de "Pippi Langstrump". No inglês "Pippi Longstocking". O nome da personagem ficou para sempre colado à actriz pelo que a mesma tem salientado publicamente que preferia não ser tão conhecida apenas por esse facto mas pelo todo da sua carreira, já que o seu trabalho tem sido diversificado, nomeadamente na televisão sueca e alemã, onde tem tido algum êxito.

A série de televisão baseia-se nos livros infanto-juvenis escritos pela também sueca, Astrid Lindgren.

Antes da versão para TV, "Pippi das Meias Altas" foi realizado como um filme para cinema, em 1949, então com Viveca Serlachius no papel da Pippi.
A série para televisão, com produção sueca, teve o seu início em 1969 com continuidade até 1973, creio que com 13 episódios, sempre com Inger Nilsson no papel principal.
Para além desta série, a que de facto popularizou a Pippi das Meias Altas, esta figura do imaginário infanto-juvenil teve ainda outras versões, nomeadamente uma soviética, em 1982 e uma americana, em 1988. Teve ainda uma versão de origem canadiana, em animação, com 26 episódios, em duas temporadas de 1997 a 1999, que também se tornou muito popular.
Entre nós, a série "Pippi das Meias Altas" passou na RTP em meados dos anos 70, por isso a preto-e-branco.
Como não podia deixar de ser, então uma criança, eu assisti com entusiasmo infantil às aventuras da Pippi das Meias Altas e seus amigos. Creio que a série passava aos domingos à tarde.

Pippi era uma rapariga de 10 anos, com uma figura deveras característica, com as suas pernas altas e magras, vestidas com umas longas meias coloridas (donde lhe advém o apelido), cabelo ruivo, atado em duas espécies de tranças ou puxos laterais, com o rosto sardento, um nariz arrebitado e uns dentes um pouco salientes. Pippi destacava-se pela sua irreverência, permanente boa disposição mas sobretudo pela sua coragem e incrível força, que lhe permitia pegar com facilidade nas coisas mais pesadas. Penso que era essa a sua característica que mais fascinava as crianças de então que seguiam avidamente os episódios.

pipi das meias altas santa nostalgia
(desenho de autoria de Santa Nostalgia - clicar para aumentar)

Entre nós, a série foi um êxito e como tal, por essa altura, entre outras vertentes de marketing, foi  editada uma caderneta de cromos, que coleccionei, cuja tema era dedicado ao filme "Pippi e os Piratas".
Pippi tinha dois inseparáveis amigos, os irmãos Tommy (Pär Sundberg) e Annika (Maria Persson) e ainda o inseparável macaco, chamado Sr. Wilsson.
Neste filme, os amigos, em plena brincadeira, descobrem uma garrafa com uma mensagem de socorro, por coincidência enviada algures pelo pai de Pippi, o capitão Langkous, que tinha sido feito prisioneiro por um grupo de ferozes piratas, encontrando.se algures numa ilha do Pacífico. Então Pippi e os amigos (que estavam de férias), a bordo do seu balão voador, decidem ir à procura do pai para o resgatar. Depois a aventura continua, entre muitas peripécias, com o confronto com os piratas e finalmente a libertação do pai de Pippi e o regresso de todos a casa, à Vila Revoltosa.
A caderneta, com uma dimensão de 238 x 335 mm,  é uma edição da Casa Arnaldo, sendo composta por 182 cromos, com fotogramas do respectivo filme.
A caderneta tinha inserto um cupão que depois de preenchido dava direito ao sorteio de uma viagem à Suécia.
As saquetas dos cromos tinham também senhas surpresa (250000), cada qual correspondente a 1 ponto. Depois, somando os diversos pontos  era possível reclamar vários prémios, tais como jogos, puzzles e livros, correspondendo a cada qual um determinado número de pontos de acordo com uma tabela impressa na caderneta.


pipi das meias altas 01
(capa da caderneta - Pippi Meias Altas e os Piratas)

pipi das meias altas 02
(página de cromos)

pipi das meias altas 04
(Pippi derrotando o terrível mas medroso capitão dos piratas)
(clicar nas imagens para ampliar)

inger nilsson
(Inger Nilsson, na actualidade)

 - No Youtube:

- Relembrar outra série de televisão produzida na Suécia, e que também passou na RTP nos anos 70: A Pedra Branca.

9 comentários:

  1. Bom dia, visitei o seu blog e fiquei encantada.
    Gostei de recordar o passado.
    Que saudades da minha infância.
    A Pipi foi dos meus tempos e também me lembro do Carrocel mágico.
    Vou continuando a visitar o seu blog para ver as novidades e voltar à minha infância com os seus posts.
    Zézinha

    ResponderEliminar
  2. Também tenho um blog, no último ano não o tenho actualizado com frequência devido à falta de tempo.
    Se quiser visitar

    http://lindasviagens.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Susana,
    grato pela visita.
    Se procurar, verá que também por aqui já falamos do Carrocel Mágico.

    Volte sempre.

    ResponderEliminar
  4. É sempre um prazer passar por aqui, e quase sempre encontro algo da minha infância para recordar e saborear...
    Pipi das Meias altas era uma série que eu via com muita atenção, era realmente a força e arreverência dela que me fascinavam. Quanto à colecção de cromos, também a fiz e é foi muito giro voltar a vê-los aqui!

    Obrigado
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Realmente voltar aqui nunca é demais. Tenho passado por cá diariamente e não me canso do que vejo e, sobretudo, revejo. Faço uma autêntica viagem no tempo, e como isso é bom.
    Quanto à Pipi... lembro-me de ver a série mas de forma muito nebulosa. Só sei que gostava. Vou aproveitar o facto da série estar a ser vendida em dvd para a adquirir. Quer a nível da minha biblioteca, quer a nível da minha videoteca estou a recuperar algumas "preciosidades" e claro que a Pipi vai contribuir para enriquecer aquilo que já tenho.

    Beijokas,

    Sandra :)

    ResponderEliminar
  6. muito lindo eu posso falar uma coisa eu tenho 10 anos mais eu amo a pippi ela é maravilhosa só que eu nao tenho condicoens de e la na villa villekulla para ver pippi mais voces que falam com ela falem que eu cynthia araujo gosto muitottttttoooo dela e o meu maior sonho é conhecerla

    ResponderEliminar
  7. Hola,He llegado a vuestro blog y es estupendo,Felicidades,mi gran aficion son los albumes de figuritas,Veo que teneis pippi calzaslargas,Me podrias mandar el album de figurinhas escaneadas yo tengo bastantes album de figurinhas escaneados todos y son albumes escapañoles si os intersan decirmel para cambiarv albumes de figurinhas escaneado,Os dejo mi caltaya1962@hotmail.com Un saludo.

    ResponderEliminar
  8. Do tempo da Pipi das Meias altas lembro-me dos filmes do Tarzan e da série do Bonanza! Lembram-se?

    ResponderEliminar
  9. Bons tempos os da Pipi, entre as outras séries. Ainda bem que já temos os DVD'S onde podemos recordar todos esses tempos...
    GJ

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: