10/10/2009

Toddy – É todo saúde e energia!

 

toddy santa nostalgia

Cartaz publicitário do Toddy, no ano de 1969. Para além de apregoar as virtudes do produto, publicitava o brinde em forma de latas, objectos ideais para guardar na cozinha ou despensa os vários alimentos de consumo regular na casa, como a farinha, açúcar, grão, feijão e massa. Recordo-me de existirem algumas destas latas na cozinha de minha mãe.

Os recipientes para armazenar os referidos bens de consumo alimentar, sempre foram muito populares nas cozinhas portuguesas. Para além dos produtos atrás referidos, era habitual haver ainda recipientes para os alhos,  o arroz, o sal e algumas especiarias ou ervas aromáticas como o louro, as malaguetas, os coentros, etc.

Essas embalagens eram fabricadas em diversos materiais, como o barro, a madeira, em plástico e a lata, como as do cartaz e os modelos apresentavam-se desde os mais imaginativos até aos mais básicos. Atrevo-me a dizer que não havia cozinha portuguesa que não tivesse à mão estas características embalagens. Hoje em dia, a maior parte desses produtos alimentares deixaram de se vender de forma avulsa ou a granel e são comercializados em doses pequenas e devidamente embaladas ou mesmo em recipientes próprios. Por isso, ainda continuam a existir mas na maior parte dos casos com uma função meramente decorativa.

Ainda quanto ao achocolatado Toddy, sempre foi muito popular, competindo na altura com outras marcas de sucesso como o Milo e o Ovomaltine.

 

toddy

toddy toddy

(imagem “roubada” aqui: link)

 

toddy toddy toddy

(imagem “roubada” aqui: link)

 

Sobre a marca: (fonte: Wikipedia)

A Toddy foi fundada em 1930 pelo porto-riquenho Pedro Santiago combinando as características de duas bebidas: da escocesa Toddy, à base de gema de ovo, mel, creme de leite e uísque e da caribenha Rum Toddy, à base de cacau, melaço de cana e rum.

Em 15 de março de 1933, Pedro Santiago obteve licença de do governo provisório de Getúlio Vargas para comercializar o produto no Brasil. Inovou em campanhas publicitárias contratando até mesmo aviões para escrever o nome do produto com fumaça nos céus do Rio de Janeiro.

Em 1981 a Toddy foi vendida para a Quaker Oats, que introduziu no ano seguinte o Toddynho, leite achocolatado pronto para o consumo que tem público alvo infantil.

Nos últimos anos a marca vem se modernizando, principalmente após a compra da Quaker Oats pela PepsiCo, em 2001. Atualmente as campanhas publicitárias são estreladas por vacas com espírito jovem, doidas por música e claro, também pelo achocolatado. A música aliás tem sido um ponto forte nos projetos de Toddy.

*

*

*

5 comentários:

  1. Valdemar Alves10/10/09, 12:05

    Bom dia
    Em Belas havia uma fabrica que fechou no inicio dos anos 90. Quando fiz tropa em 1984, nos 5 dias da semana de campo, as raçoes de combate vinham com uma embalagem de leite Toddy e que tão bom era.
    Depois deixou de aparecer em Portugal.
    Há poucos meses aqui em Sintra, começei a ver uma camioneta com publicidade à Toddy mas nunca vi o produto. Certo dia encontrei o motorista que informou-me que a marca Toddy estava a ser relançada em Portugal mas, o que é certo é nunca o vi à venda.
    Em meados de Setembro tive o prezer de encontrar de novo as garrafas de leite com chocolate Toddy no Modelo. Continua a ser muito bom, melhor que as da UCAL/Parmalat. Desde essa altura tenho sido um cliente (de novo) desta marca que se estendeu ao meu filho, que adora o sabor.
    Segundo informações de pessoas amigas que trabalham nestes supermercados, assim que as garrafas Toddy são postas à venda, rapidamente se esgota e tenho comprovado isso, pois, normalmente não existe o produto e está afixado uma etiquete com os dizeres "produto temporariamente indisponivel". Ainda ontem lá estava a etiqueta no Modelo de Lourel/Sintra. Cumprimentos Valdemar Alves

    ResponderEliminar
  2. Muito Toddy dissolvemos nós...tem aqui um blog impecável.Dá gosto passar por cá.
    um abraço

    ResponderEliminar
  3. Valdemar Alves,
    obrigado pela visita e pelo testemunho.
    Concluindo, essa situação prova que o que é bom é bom. Ainda bem que há produtos que têm essa intemporalidade.

    ResponderEliminar
  4. cchistória,
    obrigado pela visita.
    Volte mais vezes.

    ResponderEliminar
  5. PARABÉNS PELO BLOG,
    RELEMBRAR ÉPOCAS PASSADAS,
    NOS FAZ REFLETIR PARA COMO
    VAMOS NOS COMPORTARMOS NO FUTURO.

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: