08/01/2010

O Professor Baltazar

 

Hoje trago à memória mais uma emblemática série de animação, "O Professor Baltazar". Esta série, que passou na RTP do "preto-e-branco" dos anos 70, divulgada pelo já saudoso Vasco Granja no seu programa "Cinema de Animação”, era proveniente da então Europa de Leste, mais concretamente da Croácia, então integrada na Jugoslávia.


A série é composta por 57 episódios, produzidos por Zlatko Grgić no estúdio Zagreb Film, entre 1967 e 1978 (1ª série de 12 episódios entre 1967/1969, 2ª de 13 episódios entre 1971/1972, 3ª série de 12 episódios em 1977 e finalmente a 4ª série de 20 episódios em 1978). Algumas fontes referem um total de 59 episódios e também há divergências quanto ao espaço temporal da produção.

A série teve ainda uma versão em 3D, “The return of professor Balthazar”, em 1999, também produzida pela Zagreb Film. Desconheço se passou em Portugal e qual o êxito, mas certamente sem a a magia própria do original dos anos 70. Há coisas que não funcionam mesmo quando adaptadas ou revestidas com novas tecnologias. Há vários casos desses fracassos.


"O professor Baltazar" tinha o cunho inconfundível de muitas outras boas séries produzidas na Europa de Leste, nomeadamente "O Lápis Mágico", da Polónia. Cada episódio é relativamente curto, entre 5 a 10 minutos, e onde a fala quase não existe, mas apenas sons e música, sempre de forma expressiva que acentua os ritmos e emoções das histórias.

Na Croácia, a figura do Professor Baltazar transformou-se num ícone ou ex-libris e deu lugar a vários produtos de marketing.


Baltazar, apresentado como professor, é mais do que isso, pois é também um cientista, um químico, um inventor, e até mesmo uma espécie de mágico que mistura líquídos e poções numa complexa maquineta, na extremidade da qual tem uma torneira de onde saem umas gotas da poção que resolverá determinado problema no contexto de cada história. Como inventor também constrói maquinetas e mecanismos deveras estranhos mas sempre funcionais.


Em criança, a exemplo do que acontecia com "O Lápis Mágico", eu ficava um pouco fascinado por essa magia do Professor Baltazar.
Para além do desenho animado em si, das suas histórias, da sua magia, a música de abertura, de autoria de Tomica Simović, tornou-se uma memória indelével e que ainda hoje nos sai facilmente dos lábios. Bal…Bal…Baltazar, Baltazar, Baltazar.

 

 

professor baltazar sn1

professor baltazar sn2

professor baltazar sn4

professor baltazar sn5

professor baltazar sn3

*
*

*

2 comentários:

  1. O caracter psicadelico dos desenhos exerciam um certo fascinio sobre mim, ainda hoje, reajo positivamente a cores garridas :-)

    ResponderEliminar
  2. Existe edição portuguesa em DVD!

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: