24/03/2010

Júlio Verne – O construtor de sonhos















Passam hoje 95 anos após a morte de Jules Verne, célebre escritor francês, nascido em 8 de Fevereiro de 1828 e falecido a 24 de Março de 1905 (então com 77 anos).
É uma figura universal, relativamente bem conhecida, que se popularizou e eternizou com fabulosas obras recheadas de aventura e imaginação bem como uma visão técnica e científica, futurista até, muito à frente dos conhecimentos do seu tempo.

Quem já não se deliciou com obras como "Cinco semanas em balão", a sua primeira história, "Aventuras do capitão Hatteras", "Viagem ao centro da terra", "Vinte mil léguas submarinas", "A volta ao mundo em oitenta dias", "A ilha misteriosa", "Miguel Strogoff", "As atribulações de um chinês na China" (que ando a ler), ou "Dois anos de férias" ?

Pessoalmente, é verdade que ainda não li tudo deste profícuo autor, mas já li bastantes coisas, as suficientes para ficar fascinado com os seus enredos, os detalhes narrativos e o ambiente de aventura e descoberta, sempre a par da ciência.
Os seus livros, as suas novelas foram uma fonte ideal para matar a sede da imaginação infanto-juvenil. Mesmo na actualidade, com modas literárias centradas em temas gótico-místicos, vampirismo e mundos fantásticos, de qualidade discutível, creio que os livros de Verne, Júlio ou Jules, sendo intemporais, têm ainda os ingredientes necessários a uma boa leitura, a prender o interesse da primeira à última página.
Fica aqui o registo da data.

Artigo anteriormente publicado sobre uma das suas mais conhecidas obras:
Dois anos de férias - A Ilha Chairman
*
*

1 comentário:

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: