26/03/2010

Verão Azul – Verano Azul

 

veraoazul1

A RTP Memória está a passar a série "Verão Azul", realizada por Antonio Mercero e produzida pela televisão espanhola, TVE, entre 1979 e 1980. Em Portugal a série passou logo depois (início em Julho de 1983) e tal como no país vizinho foi um caso série de popularidade, cativando públicos de todas as idades, o que de resto se estendeu em muitos países onde foi exibida, nomeadamente na américa latina.


A série é composta por 19 episódios de cerca de 50 minutos cada, que descrevem histórias vividas por um grupo de amigos, crianças e adolescentes a passarem féries de Verão na localidade de Nerja - Málaga. Ao grupo composto por cinco rapazes (Tito, Piranha, Pancho, Javi e Quique) e duas raparigas (Beatriz e Desi), juntavam-se o velho marinheiro local Chanquete e Júlia, a pintora.


A série relatava histórias ligeiras de brincadeiras e humor, próprias das idades dos intervenientes, num contexto de férias de Verão numa localidade à beira-mar, mas abordando temas importantes para os adolescentes, como o namoro, a sexualidade, o casamento, as diferenças, as drogas, o álcool e tabaco, mas também o ambiente ou ecologia.


Desde as peripécias e humor constantes, derivado do perfil dos intervenientes mais novos, o Tito, irmão de Beatriz e o seu inseparavél amigo, o Piranha, gordito e sempre com um apetite voraz, o grupo encontrava os devidos pontos de equilíbrio no seu relacionamento com os experientes Chanquete e Júlia, adultos, que eram assim uma espécie de guias,  conselheiros e tutores. Por conseguinte, em contraponto, os pais das crianças tinham na série um papel secundário, quase despercebido na maior parte dos episódios.


Pessoalmente, já a entrar na maioridade, eu também gostei de acompanhar a série e fazia por não perder um episódio. Para além de toda a carga didáctica com os temas desenvolvidos, gostava sobretudo do ambiente e contexto de Verão, de férias, de praia, sempre tão apetecíveis. 

Outro aspecto inconfundível da série, o genérico de abertura e a música, que então entrou no ouvido e de lá nunca mais saíu. Basta trautear meia dúzia de notas para ser reconhecer.

Por tudo isso, a série "Verão Azul" ou “Verano Azul”, pouco importa, tornou-se um ícone dos anos 80 para toda uma geração de crianças e adolescentes e que agora, na RTP Memória sabe bem recordar, não sem uma forte nostalgia de tempos passados e que já não voltam.

 

No vídeo abaixo,  veja os actores de Verão Azul na actualidade.

Também pode saber um pouco mais sobre a sua actual situação e os seus percursos de vida. Aqui.

Veja ainda: http://www.veranoazul.org/

*

*

8 comentários:

  1. ¿Hacía falta leer los subtítulos de la serie (legendas) o se entendía perfectamente?
    Saludos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tinha que se ler as legendas filomeno, cá a grande maioria das séries estrangeiras são legendadas

      Eliminar
  2. Simplesmente a minha série de televisão favorita de sempre. Ainda nos dias de hoje a vejo sempre que dá na RTP memória.

    ResponderEliminar
  3. Eu, como boa educadora(;-)) dos meus filhos, não perdia pitada de um único episódio, junto deles...não fosse aparecer alguma imagem 'imprópria', ou as legendas tivessem palavras difíceis (que eles, na época ainda nem na escola andavam, coitados...).
    Bons tempos, em que havia séries que dava gosto ver!

    Para o 'Filomeno2006': a série tinha legendas, as crianças não entendiam espanhol...

    ResponderEliminar
  4. Eu não perdia a série e lembro-me de ver episódios em 81 e 82.

    ResponderEliminar
  5. uma serie que marcou em muitos aspectos pela positiva, muita gargalhada dei e muito chorei tambem especialmente quando o chanquete morreu. Series como estas ha poucas :)

    ResponderEliminar
  6. Luís Borges06/03/11, 05:01

    A série é uma historia de vida, no penúltimo episódio em que o Chanquete morre, não só chorei quando passou na RTP1 em 82/83 como também agora que passou na RTP Memoria passados quase 30 anos. O último episódio é estrondoso, nada que os governos não o façam, visto que o desejo do Chanquete não foi realizado.

    Foi Bom Recordar esta Série, os meus filhos também a viram e tentei sempre explicar resumidamente o que tentava dizer, não é só rir ou chorar, há que saber a mensagem que nos transmite.

    Cumps, Luís Borges

    ResponderEliminar
  7. Verão azul foi sem dúvida uma das séries mais emocionantes que vi, fiquei apaixonada desde o primeiro episódio, apesar de já não ser da minha geração.
    Esta série mostra bem como é o mundo dos jovens e fez-me reviver muita coisa com nostalgia e saudade dos meus tempos de juventude.
    Os 2 últimos episódios foram os mais emocionantes, a morte do Chaquete e a Despedida (O fim de Verão) para mim o que mais me tocou foi o da Despedida porque também não gosto de despedidas. O pensamento de Despedida aperta-nos o coração.
    Mas na vida há sempre um Verão Azul que nunca se esquece e será sempre uma boa recordação.


    ”As doces horas do passado havemos de recordar”
    (música cantada pela Júlia e os miúdos no final)

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: