15/04/2010

Grandes Campeões do Futebol – 65/66 – A Francesa – Cromos de caramelos

 

Hoje trago à memória a caderneta de cromos de caramelos "Grandes Campeões do Futebol", uma edição de "A Francesa".
Esta caderneta é justamente considerada uma das melhores do seu estilo porque não se limitou a reproduzir os cromos das habituais equipas do Campeonato Nacional de Futebol da 1ª Divisão (que era a regra) e foi mais além incluindo equipas na altura de divisões secundárias, mas que pela editora eram consideradas como "os principais clubes", se calhar uma consideração algo discutível.
Seja como for, com 12 cromos por clube (4 colunas por 3 linhas), incluindo o cromo do emblema, a caderneta é composta por 264 cromos, um número considerável para a época.


Importa desde já dizer que a "Grandes Campeões do Futebol" é da época 65/66. Esta data não está indicada em qualquer local da caderneta e pelo número de clubes, incluindo da Segunda Divisão, torna-se complicado datar a mesma tendo em conta o alinhamento das equipas que nessa época participaram no campeonato maior do futebol português (em que o Sporting foi o campeão seguido do Benfica e Porto).


A cópia desta caderneta foi-me oferecida por um amigo que na altura também não a soube datar.
Pessoalmente cheguei à época de 65/66 pela leitura dos jogadores das principais equipas e sobretudo pelo guarda-redes Botelho, que nessa época defendeu as cores do clube "Sport Grupo Scalabitano Os Leões", de Santarém", que, improvavelmente, também faz parte da caderneta. Nessa época ficou em 10º lugar no Campeonato da 2ª Divisão - Zona Sul.
Quanto a Botelho foi um excelente guarda-redes formado no Benfica e que depois dos "Leões de Santarém" defendeu as cores do Atlético (por 2 ocasiões), Sporting (por 3 ocasiões), Boavista, Benfica, Amora e Seixal.


Quanto à inclusão na caderneta de clubes secundários como o "Sport Grupo Scalabitano Os Leões", fundado em 1916 e que em 1969 fundiu-se com o Sport Grupo União Operária, ando lugar ao actual União Desportiva de Santarém, poderia ser apenas uma opção comercial da editora. Provavelmente a zona de Santarém seria um bom mercado na venda dos cromos de caramelos. Particularidades das cadernetas de cromos de caramelos que entre outras as transformaram em coleccionáveis raros e muito valorizados.

Lista das equipas que integram a colecção:
Sporting, Benfica, Vitória Guimarães, FC Porto, Varzim, CUF, Belenenses, FC Barreirense, Académica de Coimbra, Vitória de Setúbal, Braga, Lusitano Évora, Leixões, Sp. Covilhã, Salgueiros, Sanjoanense, Portimonense, Casa Pia, Atlético e Leões de Santarém.
A capa da caderneta é interessante, com um grafismo colorido e bem equilibrado que reproduz duas cenas de jogo em movimento, em jogos Benfica-Porto e Benfica-Sporting.


Os cromos também têm um grafismo colorido e apelativo, onde se destaca o emblema do clube como cenário de fundo, ao alto, seguindo-se a meio uma faixa amarela e na base o verde do relvado. Os jogadores, claro está, represnetados em pose a corpo inteiro.
Para conlcuir, escusado será dizer que por todos os motivos, logo pela quantidade de cromos, é uma colecção muito rara e valiosa. Quem a tiver, principalmente completa e em bom estado, tem um pequeno tesouro.

 

grandes campeoes da bola francesa capa_sn

grandes campeoes da bola francesa int1_sn

grandes campeoes da bola francesa cromo_sn

grandes campeoes da bola francesa cromo botelho _sn

*

Não esqueça: Novo blog do Santa Nostalgia

1 comentário:

  1. Sera que me podia enviar 1 copia dessa mesma caderneta, sou adepto da AD Sanjoanense e gostaria imenso de a ver, tem jogadores da sanoanense,(Jambane, Almeida, etc.).o meu e-mail e ruicbcoutinho@sapo.pt

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: