10/06/2010

10 de Junho – Dia de Camões e de Portugal

 

À passagem do 10 de Junho, Dia de Portugal de Camões e das Comunidades, trago à memória uma das belas colecções de cromos produzidas e editadas em Portugal. Trata-se da clássica caderneta “Camões”, editada em 1966  pela Agência Portuguesa de Revistas. narrando a biografia dessa imortal figura do nosso Portugal, autor dos Lusíadas.

A caderneta, de formato quase quadrado, 220 x 225 mm, é composta por 124 cromos, estes com as dimensões de 56 x 76 mm, resultantes de belos guaches do fantástico artista Carlos Alberto Santos, profícuo pintor, desenhador e ilustrador que dedicou tantos anos à APR. Os cromos  são legendados na caderneta por José de Oliveira Cosme. Cada página, das 31,  comporta 4 cromos e possui belas ilustrações temáticas, monocromáticas, também de autoria de Carlos Alberto.

Esta caderneta de cromos, a par da “irmã” “História de Portugal” – da mesma editora e do mesmo artista - terá sido porventura uma das mais populares e duradouras, do muito quanto produziu a APR nos anos 60, cujo êxito levou à produção de diversas edições. Sendo uma colecção de muita qualidade, artística e documental, é relativamente fácil de encontrar devido às inúmeras edições que teve.

Pessoalmente, ainda me recordo de comprar algumas carteiras de cromos das edições finais. Nessa altura não cheguei a completar a caderneta (o dinheiro era escasso), mas guardei religiosamente os cromos e mais tarde tive a oportunidade de adquirir a colecção completa e em estado impecável, da qual deixo agora algumas belas imagens.

camoes sn1

camoes sn2

camoes sn3

camoes sn4 

camoes cromo 82 camoes cromo 84

1 comentário:

  1. Excelente arte!

    Nem sabia que existia disto em Portugal!

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: