11/08/2010

Guloso – Polpa de tomate

 

guloso tomate sn

guloso logo_01

guloso_logo_04

guloso_logo_02

guloso_logo_03

guloso logo1

image

image

image

A GULOSO é uma marca portuguesa já com muitos anos e tradição. Foi fundada no ano de 1945, então propriedade da empresa Indústrias de Alimentação IDAL, L.da. Em 1965 a IDAL foi adquirida pela Heinz, multinacional norte-americana popularizada pelo seu ketchup.

Em 2007 a Heinz procedeu à venda da sua unidade de Benavente,  pertencendo na actualidade à empresa Sugalidal, S.A. Da sua gama de produtos, destacam-se os populares concentrado e polpa de tomate, refogado de tomate, tomate pelado, tomate em pedaços, molhos e ketchup. transformados nas duas unidades industriais localizadas na Azambuja e em Benavente.

No cartaz publicitário acima publicado, de Julho de 1968, então como marca da Indústrias de Alimentação IDAL, L.da, a gama de produtos estendia-se para além dos tomates, nomeadamente a pickles, ervilhas, feijão verde, azeitonas e pimentos.

Para além de ser líder em Portugal, a GULOSO tem uma posição importante no mercado europeu, sendo muito prestigiada. É assim uma empresa com tradição mas de imagem moderna, com processos de produção optimizados e que vão desde a selecção de sementes, plantação, colheita e transformação. Absorve uma parte substancial da colheita de tomate no Ribatejo.

Para além dos aspectos institucionais, a GULOSO de facto é uma das marcas que faz parte do nosso passado recente e a ela estão ligadas algumas nostalgias. A polpa e concentrados de tomate desde há muito que fazem parte da cozinha dos portugueses. É claro que nada chega ao tomate natural mas dá muito jeito ter sempre à mão este produto, nomeadamente fora da época.

Por cá, na aldeia, não há horta caseira que não tenha a sua plantação de tomate. Também na nossa horta neste momento é o pico da produção e tenho cerca de 50 tomateiros da variedade “coração-de-bói” a produzir em força. Diariamente é preparada salada de tomate, simples ou mista com alface. São uma delícia e até sabe bem, pela frescura da manhã, ir ao tomateiro, colher e comer de forma natural.

Fora do ambiente de estufa, cá por casa, o tomate é semeado em Janeiro e plantado por Abril e a partir de meados de Julho já produz. Habitualmente produzem até finais de Setembro, ou até mais tarde desde que o tempo seja favorável, sem grandes chuvas ou frios.

Para além do grande cosnumo diário, uma parte substancial da colheita caseira é congelada para outras alturas. Dos melhores exemplares são ainda colhidas sementes para produzir para a época seguinte.

tomate coracao de boi sn

- Um dos tomates “coração-de-boi” cultivados cá na horta.

2 comentários:

  1. Quando compro concentrado de tomate, curiosamente, o fruto mais vendido e consumido no mundo, tento escolher esta marca bem portuguesa.

    Parabéns, não apenas por este artigo, mas pelo site/blog.
    Do vosso leitor assíduo,
    Paulo Ferreira

    ResponderEliminar
  2. A IDAL, LDA tinha também uma outra fábrica de alimentares na Castanheira do Ribatejo.
    Carlos Caria

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: