06/10/2010

Anita na Quinta

 

anita na quinta sn_06102010

Hoje, ao passar como habitualmente no Pequenos Detalhes, da simpática Maria João, vi a capa do livro “Anita na Quinta” a ilustrar uma bela história. Esta, de facto fantástica, a fazer-nos recordar tantos episódios mais ou menos parecidos e vividos na nossa escola primária. Só não digo que que vivi algo igual porque no meu tempo as turmas eram por sexo, ou seja meninos e meninas em salas distintas. Apenas a partir do 5º ano passei por uma turma onde entre 26 rapazes havia 4 raparigas e por uma das quais resultou uma paixoneta própria dos 12 anos. Já só lhe recordo o nome, o cabelo, os olhos e o sorriso.

Quanto ao livro da Anita, por coincidência, dele já tinha digitalizado algumas belas ilustrações do Marcel Marlier. É claro que tenho muitos livros da série Anita, tanto de edições recentes como das mais antigas, mas este em particular, já com a lombada rompida pelo tempo e se calhar por algum mau uso, adquiri-o há poucos dias, num Domingo de manhã, na aldeia de Rio Mau, concelho de Penafiel, nas margens do rio Douro, à face da EN 108. Dava uma volta com dois amigos, numa aventura de Geocaching, e por lá deparamos com uma interessante ferinha, com muitos e bons livros com preços entre os 0,50 e 3,00 euros. Com um investimento de 10,00 euros lá apanhei algumas preciosidades, essencialmente de livros infantis, entre eles este “Anita na Quinta”. Recorde-se que este foi o primeiro álbum da série Anita (no original, “Martine à la Ferme), datado de 1954. Entre nós, adoptando nome de Anita, terá sido publicado ainda nos anos 60. Por curiosidade, o mesmo título foi posteriormente editado com capas diferentes.

Quanto à Feira, tanto quanto percebi, estava a ser organizada por um grupo de jovens e as receitas revertiam para a aquisição de equipamento bem como para um fundo para participação em algumas actividades de férias. Os livros seriam assim oferecidos ao grupo pela comunidade local. Interessante nos princípios e nos objectivos tendo os livros como elo de ligação.

Ficam, pois, algumas das belas ilustrações insertas no “Anita na Quinta" (clicar para ampliar)..

anita sn01

anita sn02

anita sn03

anita sn04

anita sn05

- Sobre Rio Mau: [ Link ]

5 comentários:

  1. "Anita na quinta" foi o meu primeiro e único livro desta colecção. Li muitos outros, mas não eram meus.
    Ainda hoje o tenho em perfeito estado de conservação e é enorme o carinho que sinto por ele. Um carinho especial, só dividido por outro, que me foi oferecido mais ou menos na mesma altura;" O Pintarroxo Friorento" de Marcelle Vérité com ilustrações de Elisabeth Ivanovsky, também da editora Verbo Infantil.
    Quanto à história que publiquei, à leitura que atenta que fez e à referencia que aqui anotou.... é por isso que eu dou tanta importância aos pequenos detalhes.

    Obrigada!!

    ResponderEliminar
  2. que belo achado. no alfarrabista onde costumo passar ou nas feirinhas que vou só os vejo quase ao preço de compra de hoje em dia nas livrarias. bela nostalgia! :)

    ResponderEliminar
  3. Os livros da Anita, fizeram as delicias da minha infância, o primeiro que tive foi Anita na Montanha, foi-me oferecido! Estava doente na altura, estive três meses de cama, e vi e revi o livro vezes sem conta, pedia à senhora que mo ofereceu para me o ler, porque eu ainda o não sabia fazer. Mas o desejo de ler era tanto, que acabei por aprender a juntar as letras, a fazer as palavras com esse livro. Ainda o tenho. e por incrível que pareça com os primeiros salários, já na vida adulta, tentei fazer toda a colecção da Anita. Esses livros acompanharam a infância das minhas filhas e hoje ainda os guardo, com um carinho inestimável. Que só eu entendo!

    ResponderEliminar
  4. Anita na Quinta foi dos meus favoritos. Foi o primeiro que li entre outros da coleção, mas o que marcou-me mesmo. Até hoje lembro-me perfeitamente das imagens, quando vi uma capa diferente desta que está nesta página, pensei esta não era a capa do que li. Lembro-me igualmente da amiga, a personagem Berta. Quando andava no ensino preparatório (pré-secundário), fiz uma peça de artezanato, chamava-se fada do lar, com linhas de lã, e o desenho era do livro Anita na Quinta, com a sainha de suspensório vermelha, igual ao que está na imagem acima, com as mãos nos joelhos, sapatos de madeira à holandesa juntamente com as galinhas. Acabei por perder essa obra de arte e igualmente o livro ( até hoje não consigo lembrar-me como). Um dia irei arranjar toda a colecção Anita publicada até agora. Saudades...

    ResponderEliminar
  5. Quantas lembranças... foi o meu primeiro livro da Anita, depois deste tive mais uns poucos mas guardo um especial carinho por este, pois não há amor como o primeiro!

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: