27/10/2010

Vinagre Cristal – Espumante Magos

vinagre cristal sn

Hoje, com um cartaz publicitário do ano de 1974,  trago à memória o vinagre Cristal, que desde há muitos anos dá um tempero ou toque especial nas nossas saladas e alguns pratos típicos, sendo, por isso, presença habitual nas despensas domésticas ou em restaurantes.

O vinagre Cristal é produzido pela empresa José Marques Agostinho, Filhos e Cia. Lda, do Entroncamento, com uma história de mais de 100 anos, também conhecida pela comercialização de uma marca igualmente a merecer referência, a Magos, vinho espumante distribuído em pequenas garrafas.

"A marca Cristal foi registada em 1939 e já conta com mais de 75 anos de existência no mercado.
Começou em garrafa de vidro, a embalagem disponível nessa época, sendo depois adoptada a galheta em polietileno, que lhe trouxe bastante sucesso.
Mais tarde, nos anos 90, passou para embalagem PET desenvolvida especialmente para a marca, garantindo uma melhor conservação do produto.
Em 1985 foi criada a marca Cristal Gourmet com o intuito de abranger outros tipos de segmentos alvo nomeadamente os apreciadores de vinagres “à moda antiga” (com aroma distinto e uma acidez intensa).
A marca Cristal ao longo dos tempos tem acompanhado o mercado de uma forma dinâmica, lançando novos sabores e aromas."

O vinho espumante Magos ainda deve ser um produto popular, até porque se vê com facilidade nas prateleiras dos estabelecimentos de distribuição, mas pessoalmente, que ainda o compro ocasionalmente,  parece-me que já teve melhores dias. Recordo-me que pelos anos 80 o Magos era uma bebida muito requisitada mesmo pela juventude, sobretudo ao fim-de-semana, já que emprestava um certo ar de comemoração sem ser necessário abrir uma tradicional garrafa de 0,75 l. Penso que o sucesso do Magos se deveu e deve sobretudo à pequena embalagem e quantidade, uma espécie de venda em dose individual.

"Durante a 2ª Guerra Mundial, em 1940, o Sr. António Marques Agostinho procedeu à importação dos equipamentos e da tecnologia para fabricar vinhos espumantes sob a "inovadora" técnica denominada “Método Charmat”.
Esta técnica permite a produção de vinhos espumantes de excelente qualidade de forma mais rápida e económica.
A nova tecnologia permitiu servir os consumidores com doses individuais, uma vez que não existia então oferta de espumante em garrafas de 200ml.
Procedeu-se ao lançamento do novo produto-vinho espumante MAGOS.
O MAGOS foi desde o seu lançamento um êxito comercial.
A evolução do mercado de vinhos com gás ditou uma decisão implementada quarenta e três anos depois do lançamento do espumante MAGOS: a apresentação ao mercado do MAGOS Frisante, um vinho mais fácil de beber e em linha com as novas tendências de consumo."

Quanto ao vinagre, sua origem e utilização, fica aqui um texto extraído do sítio da própria empresa fabricante do Cristal:

Ao longo da história o vinagre provou ser o mais versátil dos produtos alimentares. Desde à 10.000 anos até hoje, os consumidores continuam a utilizar o vinagre das mais variadas maneiras. O vinagre produzido actualmente é muito semelhante ao produzido nos tempos antigos, mas hoje em dia o vinagre foi redescoberto através da utilização de novos sabores. Assim, aos clássicos vinagre de vinho e de cidra, juntaram-se os vinagres: balsâmico, de arroz, de framboesa, aromatizados, entre outros.
O vinagre é produzido através de dois processos biológicos distintos, ambos resultantes da acção de microrganismos que transformam açúcares (hidratos de carbono) em acido acético. Ao primeiro processo é dado o nome de fermentação alcoólica e ocorre quando a fermentação transforma os açúcares naturais em álcool, em condições controladas. No segundo processo, existe uma bactéria que converte a porção de álcool em acido. É a partir desta fermentação acética que se forma o Vinagre.
magos



A José Marques Agostinho, Filhos e Cia. Lda, tem nestes dois produtos e marcas as suas principais referências comerciais, mas o seu actual portfólio conta com outros artigos como o azeite, vinagres de diferentes variedades, bebidas licorosas, pickles, molhos e condimentos como a maionese e o ketchup e também geleias. Em suma, uma empresa cimentada no sucesso e qualidade dos seus produtos e marcas e cuja história é, ao contrário de outros casos, sinónimo de consolidação e enriquecimento.

Actualização: 30 Março 2020.
Entretanto soubemos que a empresa  teve algumas mudanças e agora refere-se à Contemp - Companhia dos Temperos, L.da. Resulta da fusão entre as empresas José Marques Agostinho, Filhos & Cª. e ICPA - António da Silva & Filho, Lda., ambas com tradição vinagreira desde o início do século XX

Por sua vez a Magos também mudou de imagem, nomeadamente nos seus rótulos.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.