26/02/2011

Primeiro Livro da Infância

 

Hoje trazemos à memória o “Primeiro Livro da Infância”, sitema legográfico de leitura inicial, de autoria de Augusto Gomes de Oliveira, com distribuição por Domingos Barreira - Editor e Livraria Simões Lopes.

O livro em questão é da 12ª edição, do ano de 1939 e estava inserido na Campanha Nacional Contra o Analfabetismo. É um livro muito interessante e bem estruturado, com os passos necessários à aprendizagem da leitura e escrita.

Este exemplar em particular, está muito bem conservado, apesar do amarelado do tempo.

Não deixa de ser curiosa a nota introdutória do autor à edição:

“Mais uma edição; mais um triunfo na gloriosa e extenuante luta em prol da criança. E se é certo que os lucros materiais por nós auferidos têm sido nulos, também, é verdade que, a satisfação moral resultante da nossa obra a favor do ensino é para nós a melhor recompensa.”

Esta mensagem soa de facto a desactualizada, pois hoje em dia o negócio dos livros escolares é tudo menos “…um triunfo na gloriosa e extenuante luta em prol da criança".” Hoje faz-se tudo por lucro e a criança e o ensino em si mesmos são apenas um meio.

Por outro lado, com a actual crise no ensino e na educação, que de modo especial afecta a classe dos professores, pressionados, nada dignificados e muito desautorizados nos aspectos do exercício da disciplina e respeito, estamos em crer que sobra pouca “...satisfação moral”.

Sinais dos tempos. Afinal, passam já mais de 70 anos sobre a edição do livro e de todos quantos por ele aprenderam poucos já estarão entre nós, o que não deixa de ser comovente pensar-se que um velhinho de 78 anos aprendeu as primeiras letras por este belo e intemporal livo.

livro_da_infancia_01

livro_da_infancia_01_1

livro_da_infancia_02

livro_da_infancia_03

livro_da_infancia_04

livro_da_infancia_05

livro_da_infancia_06

livro_da_infancia_07

livro_da_infancia_08

livro_da_infancia_09


3 comentários:

  1. Ainda há pouco tempo vi este livrinho cá por casa. No momento, desapareceu.Tinha sido da minha tia, exactamente por volta do ano que o autor do blogue refere, o período da segunda guerra.
    Continuo a vir aqui regularmente, a este fantástico sítio, em busca de alguma felicidade perdida. Parabéns. Obrigado.

    ResponderEliminar
  2. João,
    agradeço as palavras em relação ao blog.
    Quanto ao livro, tem que o encontra pois é um bom exemplar para além de todo o valor intrínseco.
    Estes velhos livros escolares, independentemente da geração a que pertencem, são um manancial de recordações e memórias e reportam-nos sempre a um tempo que é caro a todos, o da infância.

    ResponderEliminar
  3. Boa Noite!!

    Os meus rapazes gostam de escrever umas coisas, na são lá muito espertos mas quando bebem umas minis com a malta parecem padres a dizer orações! Passa pelo "Línguas de Pintassilgo" e deixa o teu bitaite..

    "Vou dormir, até amanhã"

    ps: grande blog sobre coisas que me fazem recordar bons momentos!

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: