01/03/2011

Maizena – Uma longa história


maizena_sn

A farinha de amido de milho MAIZENA nasceu nos Estados Unidos no distante ano de 1856, uma criação dos irmãos Duryea. A empresa dos irmãos, a Corve Stach Manufacturing inicialmente vendia farinha fina de milho mas de uma forma a granel pelo que a Maizena surgiu devidamente embalada de modo a oferecer melhores condições de higiene e depressa se tornou num produto comercial com muita popularidade.
A Maizena chegou a Portugal quase meio século depois, em 1905 e desde então tem-se mantido num produto muito popular, com diversas utilizações. Inicialmente e durante várias décadas foi até utilizado como produto adequado para engomar vestuário mas  sobretudo na confecção de papas para bébés. Contudo, com a chegada ao mercado de produtos como as papas Cerelac, Milupa e outros,  mais adequados e elaborados, a Maizena perdeu importância nesse sector mas continuou a ser comercializada sobretudo para culinária e pastelaria, sendo um popular espessante de molhos e sopas.
Pessoalmente, enquanto bébé, também fui alimentado com a papa da farinha Maizena, bem como os meus irmãos mais novos. Recordo que muitas vezes lhes preparei e dei  a papa a comer.
A Maizena faz assim parte das nossas memórias de infância e tiveram um importante papel na nossa alimentação e crescimento nesses primeiros meses de vida.
Quanto à imagem da Maizena, cujo nome deriva do termo “maíz”, a palavra espanhola para milho, destaca-se sobretudo pela viva cor amarela das suas caixas e o grafismo tem-se mantido quase inalterável desde há longas décadas, no que tem contribuído para a referenciar e reforçar como um produto clássico e tradicional.
Na actualidade, depois de um percurso por vários proprietários ao longo da sua história,  a Maizena é uma das populares marcas da multinacional Unilever, sendo comercialiazada em diversos produtos, específicos para diferentes utilizações.


1 comentário:

  1. Eu sou daqueles...que 41 anos ainda a faço para as minhas filhotas de 10 e 15 anos...ah...mas não fica por aí é que eu e a minha mulher também ainda a comemos naqueles dias que dá preguiça cozinhar... passa a ser Maizena para todos e todos ainda gostamos. Eu faço sem medidads exactas, aqui vai a minha receita: coloco a maizena num tacho com açucar, um pau de canela e cascas de limão, junto um pouco de água fria para dissolver e o resto encho o tacho com leite, levo a lume brando mexendo sempre, provo se está bom de açucar, ao começar a ferver deito-lhe um pouco de margarina para suavizar e dar-lhe um certo toque de requinte e gosto, colocar manteiga a gosto... depois de ferver e cozer, deixo repousar uns 5 minutos, polvilho com canela em pó e sirvo, também pode ser usada como sobremesa depois de esfriar... se gostam experimentem...nós cá em casa adoramos...Um abralo

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: