20/05/2011

Rendas de prateleiras e louceiros

 

papel_prateleira_700

Uma das memórias do meu tempo de meninice que tenho bem viva  lá de casa é o uso de tiras de papel colorido que se compravam na mercearia para com elas se decorar as toscas prateleiras da cozinha e mesmo os louceiros. São por issso conhecidas popularmente por papel de prateleira. Era uma prática muito corrente nas cozinhas da aldeia.

Estas folhas, normalmente com dimensões  aproximadas de 15 cm de largura por 60 cm de comprimento eram de papel fino, estampadas com motivos mais ou menos coloridos, em padrões repetidos ou mesmo em quadros diferentes. Havia-os com motivos florais, vegetais, animais, sobretudo pássaros, e mesmo cenas do quotidinao ou os mais temáticos como os alusivos ao Natal e Páscoa. Monocromáticos, a duas ou mais cores, quase sempre em cores planas. Os desenhos ou padrões eram de autores anónimos mas por vezes com muita qualidade artística.

Estas tiras de papel eram frequentemente coladas aos topos das prateleiras com cola fabricada com farinha triga ou mesmo com pioneses, quado se vulgarizaram ou alfinetes, quando não com pregos finos. Na montagem procurava-se sobrepor o papel de modo a dar continuidade natural ao padrão. Duravam até durar sendo normalmente substituídos em contextos de festas na casa ou nas quadras festivas sobretudo no Natal e Páscoa.

É claro que apesar da simplicidade da coisa, em contextos de pobreza essas tiras por vezes eram fabricadas com folhas de jornal fazendo-se um corte à tesoura em zig-zag ou ondulado. Ah pois, em casa com dificuldades nas economias a necessidade aguçava o engenho e os aspectos decorativos perdiam sempre face às necessidades do corpo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: