30/11/2011

Telescola – Trabalhos Manuais

 

Já passaram uns bons anitos sobre o tempo em que cheguei a frequentar a Telescola, então já com o nome de Ciclo Preparatório TV.

Sobre a Telescola, esse interessante sistema de ensino, transcrevemos abaixo um excelente artigo da Infopédia.

São muitas as recordações relacionadas com esses dois belos anos, em que as aulas eram dadas pela televisão, RTP, a partir dos estúdios do Monte da Virgem, em Vila Nova de Gaia, e desenvolvidas na própria sala de aulas pelos professores. No meu caso, duas professoras.

De tudo quanto recordo, um especial destaque para as aulas de Desenho e Trabalhos Manuais Educativos, no 5º ano. E destas, a 5ª lição da componente de Trabalhos Manuais  que se referia à construção das figuras do presépio, em cartão e tecido.

Reproduzo a capa do manual, que ainda conservo, e das páginas da respectiva lição, o que nos entreteve com agrado durante algumas boas horas. No final, um excelente presépio. O meu grupo tratou da construção dos animais (vaca, burro, camelo e ovelhas).

Numa altura em que nos aproximamos da quadra do Natal, não deixa de ser com uma forte saudade e nostalgia que recordo este belo período.

 

telescola trabalhos manuais educativos

telescola trabalhos manuais educativos natal 1

telescola trabalhos manuais educativos natal 2

telescola trabalhos manuais educativos natal 3

telescola trabalhos manuais educativos natal 4

 

Sobre a Telescola:

 

A telescola, sistema de ensino via televisão, arrancou em Portugal a 6 de janeiro de 1965, com programação produzida nos estúdios da Radiotelevisão Portuguesa do Monte da Virgem, no Porto. Os alunos eram acompanhados nos postos de receção por monitores. A intenção era permitir o cumprimento aos alunos da escolaridade obrigatória, na altura constituída pelos quatro anos da Escola Primária e os dois Ciclo Preparatório. A nível geográfico a telescola pretendia servir as zonas rurais isoladas e zonas suburbanas com escolas superlotadas.
Nesta época, havia cerca de mil alunos matriculados, mas toda a população tinha acesso através da televisão às emissões que ocupavam parte da programação da tarde da RTP.
A telescola portuguesa foi uma das mais bem sucedidas na Europa.
No início da década de 70, a reforma do ensino ditou o alargamento da escolaridade obrigatória para oito anos. Nos casos em que não fosse possível proporcionar ensino direto aos alunos este podia ser substituído pela telescola.
Na década de 80, com a chegada e vulgarização dos videogravadores, a telescola deixou de ser transmitida pela televisão, libertando assim essas horas para outros programas. Os conteúdos apresentados nas videocassetes tinham um complemento de informação prestado por um tutor.
Já na década de 90, o recurso às novas tecnologias e ao multimédia levou a que o ensino à distância passasse a funcionar em simultâneo como forma complementar do ensino regular e como modalidade alternativa da educação escolar.
Nesta altura, já se dirigia principalmente a quem não se encontrasse na idade normal de frequência da escola.
Ao longo dos anos, a telescola foi mudando a sua designação do inicial Curso Unificado Telescola, para Ciclo Preparatório TV e Ensino Básico Mediatizado (EBM).
Em julho de 2003 foi anunciado que a partir do ano letivo 2003/2004 iriam começar a ser extintas as escolas do EBM, na altura cerca de 320, dedicadas ao ensino do 5.º e 6.º anos. Em 2001/2002 havia cerca de 5200 alunos inscritos em EBM, com uma taxa de sucesso na ordem dos 90 por cento.

 

Fonte: Infopédia

2 comentários:

  1. Boas,aproveitando o tema dos trabalhos manuais pergunto se alguém se lembra de uma série que dava na televisão (eu via na RTP Açores) sobre curiosidades e trabalhos manuais. Como todas as pessoas com quem falo não sabem ao que me refiro, serve o presente para pedir ajuda na sua identificação.
    Factos de que me lembro:
    1- Dava na RTP Açores algures entre 1990 e 1995;
    2- Eram dois apresentadores, um com bigode farfalhudo dos anos 80 (por isso não sei se a série é mais antiga)
    3- Falavam uma língua estranha que penso ser o alemão (hoje em dia saberia distinguir mas na altura não)
    4- O programa consistia em apresentar curiosidades relacionadas com a ciência mas o mais interessante eram os muitos brinquedos e utensílios que nos ensinavam a fazer com qualquer coisa: Um mergulhador dentro de uma garrafa de coca-cola, feito com a tampa de uma caneta, que subia e descia quando apertávamos a garrafa; uma pistola/fisga feita com uma caixa de fósforos, elástico e 1 pauzinho de gelado; uns flippers feitos com a tampa de uma caixa de sapatos sendo as bolas berlindes e o gatilho uma régua; e muitos mais.
    5- O genérico era cantado por uma vós feminina da qual só me lembro da palavra curiosity.
    6- No mesmo genérico aparecia algures um parafuso a boiar em água.
    Conseguem Ajudar???

    ResponderEliminar
  2. Manuela G.06/11/16, 20:56

    Fiz o meu ciclo preparatório na Telescola.
    No tempo em que as emissões ainda eram transmitidas pela R.T.P.

    Parabéns por este Blogue.
    É para mim não só um espaço de memórias, mas uma fonte de conhecimento e pesquisa para as gerações mais novas.

    Obrigada por tão meritório trabalho.

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: