19/10/2012

Jonathan Swift – As Viagens de Gulliver

 

Jonathan Swift

as viagens de gulliver

Passam hoje 267 anos sobre o falecimento do escritor irlandês do séc. XVI-XVIII, Jonathan Swift (Dublin, 30 de Novembro de 1667 — Dublin, 19 de outubro de 1745) que ficou conhecido sobretudo pela sua popular obra "As Viagens de Gulliver" provavelmente uma das aventuras mais conhecidas do universo infanto-juvenil.


Na primeira das viagens do aprendiz de cirurgião londrino, Lemuel Gulliver, depois de uma tempestade apanhar o navio onde seguia rumo às Índias orientais,  vai dar como náufrago à costa de LIliput,  um país povoado por gente minúscula, tornando-se assim num gigante face aos liliputianos.
Já na segunda viagem, tomou-lhe o gosto, Gulliver vai dar a um país de gigantes, Broddingnog, tornando-se agora um mínusculo ser face aos mesmos.

Foram quatro as viagens avntureiras de Gulliver mas na realidade as mais conhecidas são as primeiras duas e destas a primeira.

 
Estes opostos e todas as nuances,  decorrentes são o êxito de um livro que desde há mais de dois séculos, tem extravasado das suas páginas, para ser argumento de inúmeras versões em filmes, séries, liadpatações em livro, banda desenhada, etc. A imagem ou cena do povo liliputiano a amarrar o “gigante” adormecido na praia, tornou-se ela própria emblemática e resume toda a aventura e será certamente uma das imagens que qualquer pessoa reconhecerá e atribuirá a Gulliver.

Apesar das aventuras e dos imaginários que desperta, a essência do livro pretende ser uma visão crítica de Swift sobre a sociedade inglesa/francesa do seu tempo. Mas é claro que as sociedades mudam mas a génese da aventura permance de forma actual e intemporal e esse é um dos méritos da obra de Swift.


O universo de Gulliver, imaginado por Jonathan Swift continua por isso actualizado e a despertar o imaginário de quem o lê ou vê, crianças ou mesmo adultos. Quantos de nós já não imaginamos ser gigantes e com isso dominar ou tirar proveito?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: