24/07/2013

Gelados “Olá” – …e a vida sorri!

 

Acredito que a “Olá”, marca de gelados, será seguramente uma das mais conhecidas (e saborosas) em Portugal e por conseguinte corresponde a um produto que nas variadas formas e sabores tem uma popular correspondência nas vendas. Em face disso, segundo dados reclamados pela empresa, esta detém pelo menos dois terços do mercado de  gelados em Portugal. A restante cota pertencerá sobretudo à Nestlé, que iniciou a sua venda em Portugal em 1988 através da sua marca Camy (agora Gelados Nestlé), à espanhola Menorquina, mas também à Globo, uma marca exclusivamente portuguesa e que remonta a 1936 (leia a História da Globo). Pena que a Globo, que tem excelentes gelados, tenha, pelo menos em determinada altura, seguido por uma estratégia de “quase imitação” dos gelados da “Olá”, tanto na forma como  nome (alguns com fonéticas semelhantes), em vez de se afirmar pela personalidade e inovação próprias. Felizmente parece que tem invertido, de forma positiva, esta situação.

A Fábrica de Gelados Olá nasce em 1959 a partir da compra da fábrica Esquimó de Ferreira & Trancosom pela joint-venture da Jerónimo Martins com a Unilever. A predominância do mercado foi conseguida a partir de 1970 altura em que foi adquirida a principal concorrente e uma das mais populares marcas de gelado do nosso país desses tempos, a Rajá. Ficou assim, estabelecida pela via do desaparecimento da concorrência, a liderança no mercado por parte da “Olá”.

Convém referir que em POrtugal  apenas em 1958 foi produzida legislação que passava a regulamentar o fabrico e venda de gelados. Até então, não havia regras e eram muitos os fabricantes, mas a larga maioria de forma artesanal e com expressão familiar e local. A Esquimó e a Rajá em Lisboa e a Globo no Porto seriam porventura as marcas mais expressivas.

A “Olá” ficou integrada na internacionalização da Unilever, pelo que muitos dos aspectos de fabrico e comercialização se tornaram globais, embora em cada país seja adoptado um nome específico bem como há formatos e sabores adaptados aos hábitos e gostos de cada um dos mercados. No caso de Portugal temos então a “Olá”, na Espanha, a “Frigo”, na França a “Miko”, na Itália, Grécia, Roménia, Rússia, Eslováquia, Hungria e Turquia a “Algida”, no Brasil a “Kibon”, na Suíça a “Lusso”, na Alemanha a “Langnese”, na Inglaterra a “Wall´s” e nos Estados Unidos a “Good Humor”, entre outras variantes mais. Curiosamente, há referência de que a “Olá” seja uma marca partilhada igualmente em países como a Holanda, Bélgica, Luxemburgo e África do Sul.

Na década de 1990 foi lançado o logótipo com formato de coração que pretendeu globalizar a imagem do produto. O logotipo orginal português foi perdendo notoriedade.

Ao longo dos tempos foram sendo produzidos formatos e sabores que acabaram por ficar na nossa memória colectiva. Alguns ficaram pelo caminho e outros mantêm-se como ícones, nomeadamente o “cornetto”, tanto na variedade de morango como de chocolate. Todos os anos são lançados novos gelados e até algumas reedições, havendo até petições públicas para o seu regresso. Alguns dos nomes mais conhecidos da “Olá” no nosso mercado, incluindo alguns que já não se fabricam: Cornetto, Magnun, Solero, Fizz, Upa-Upa, Super-Maxi, Epá, Perna de Pau, Krisspi, Crok, Rol, Feast, Big Milk, Calippo, Tigre, e Popsi.

Uma fatia importante do mercado da “Olá” são os gelados de mesa, também apresentados em muitos dos nossos restaurantes como sobremesa da casa. Aqui o destaque vai para os sofisticados Vienetta e Carte D´Or.

A fábrica de gelados “Olá”, localiza-se em Santa Iria de Azóia e para além de fabricar para o mercado nacional, produz os gelados exclusivos do grupo Unilever para vários países estrangeiros, sobretudo para a Europa.

Da venda de gelados no nosso país, ficaram famosos os brindes, tanto da “Olá” como da “Rajá”. Brinquedos, bonecos  e até cromos, foram sempre uma forma de cativar os consumidores mais novos, as crianças (como se fora preciso).

Por toda a sua História mas sobretudo por si próprios, enquanto produto sempre apetecível, nomeadamente em dias quentes de Verão, os gelados “Olá” e a respectiva marca tornaram-se elementos que fazem parte do nosso quotidiano, mesmo durante todo o ano, como pretendem as acções de marketing,  bem como das nossas mais refrescantes memórias colectivas que reportam para uma qualquer praia e um gelado de gelo de laranja ou ananás, como os vários da Rajá que, pessoalmente em criança, me deliciaram algures nas praias de Espinho e Furadouro. ….E a vida sorri!

gelados ola logo sn2

ola gelados logotipo

ola gelados sn1

popsi gelado ola sn

gelado ola split morango santa nostalgia

gelado ola tigre santa nostalgia

- Sítios: Clube Olá; Unilever-Olá; Olá.pt

2 comentários:

  1. Vi na Austrália gelados com o mesmo logotipo da Olá mas marca local: Streets.

    http://www.streets.com.au/

    ResponderEliminar
  2. no Brasil temos a Kibon a mesma empresa mesmos produtos e mesmo logo http://www.kibon.com.br/

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: