12/11/2013

Sorriso Pepsodent

 

pepsodent gel

- Cartaz publicitário ao Pepsodente Blue Gel – Meados doa anos 80

 

A história do dentífrico Pepsodent está relativamente bem referenciada na Web e de forma sucinta diz-nos que é original dos Estados Unidos onde surgiu no início do séc. XX, início dos anos 20, pela empresa Church & Dwight, esta fundada em 1846 em Ewing, New Jersey.

Inicialmente o produto era comercializado na forma de pó e que depois evoluiu para a forma de pasta. Tornou-se popular mercê de uma forte aposta na publicidade em programas de rádio. O sabor a mentol e a utilização de um produto conhecido como “IMP - Insoluble Meta-Phosphate” , que supostamente removia com eficácia o “amarelo” dos dentes, ajudaram a sedimentar a popularidade do produto e da marca nesses primeiros tempos. Actualmente pelo Google é possível ver imagens de muita e bela publicidade vintage da marca.

A Pepsodent começou a perder importância no mercado dos dentífricos em meados dos anos 50 quando empresas concorrentes, em que se destaca a Colgate, começou a introduzir como inovação no combate às cáries o flúor.  No cartaz acima é já feita a referência a este componente mas a sua introdução tardia relativamente à concorrência fez com que perdesse mercado.

Nos anos 90 a marca foi acusada de na realidade nunca ter introduzido o Irium na sua pasta ao contrário do que desde cedo reclamava. Para além do mais o Irium é considerado radioactivo o que também deixou de abonar a favor da marca.

Ainda recentemente a Pepsodent enveredou por um “ataque” à rival Colgate com publicidade comparativa que passou em alguns países em que contrapunha o valor do seu produto Germicheck ao Colgate Dentes Fortes.

Apesar das vicissitudes decorrentes de um mercado feroz e concorrencial, a Pepsodent tem uma longa história e ao longo de dácadas tem feito parte da importante  higiene oral e pode não ser a mais vendida, mesmo que a preços bem mais acessíveis, mas é seguramente umas das marcas mais populares e reconhecidas mundialmente. Em Portugal foi sempre muito popular e de algum modo usava como crédito o reconhecimento da Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária, pelo que fazia questão de o estampar nas suas embalagens.

Na actualidade a marca pertence ao grupo Unilever, sendo que no mercado dos Estados Unidos é ainda detida pela Church & Dwight.

1 comentário:

  1. Lembro-me de ao Marcelo Caetano chamarem o Sorriso Pepsodent,
    pois o na altura primeiro ministro sorria muito em actividade publicas.

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: