06/12/2013

Paulo e Virgínia – Série TV

 

Hoje trazemos à memória a série de televisão "Paulo e Virgínia", do original francês "Paul et Virginie", dirigido por Pierre Gaspard Huit (o mesmo realizador de outra fantástica série, “Os Pequenos Vagabundos”)  com base no famoso romance de Bernardin de Saint Pierre, publicado em 1788. Tal como o romance, a série reporta-se ao séc. XVII.

A série é composta por 13 episódios de 26 minutos cada, cuja primeira exibição ocorreu em Dezembro de 1974 nos canais da ORTF e FR3. Em Portugal, na RTP do “preto-e-branco” passou no Verão de 1976. Não tenho ainda referência da data de início mas estava a ser exibida em Julho e Agosto desse ano, segundas-feiras às 19:00 horas. Presumo que terá começado em Junho.

Paulo e Virgínia são dois adolescentes que nasceram na Ilha de França, actual ilha Maurícia,

Paulo é filho de Margarite, uma mulher que depois de abusada e ultrajada por um cavalheiro francês, vê-se obrigada a deixar a França e os preconceitos da sociedade da época, partindo com a sua vergonha para a Ilha de França. Virgínia é filha de Madame de La Tour, que após a morte do marido por doença, se vê abandonada com a filha de tenra idade nos braços. Ambas as mulheres,  vivem as suas vidas e os seus dramas enquanto que seus filhos vão crescendo juntos, como irmãos, num mundo de beleza e exotismo. Dessa amizade fraternal e infantil, com a adolescência e com a descoberta de novas realidades, esses sentimentos puros evoluiem para um forte amor e paixão, numa primeira fase quase que reprimido ou repudiado.  Infelizmente, esse puro amor, por intrevenção dos adultos, terminou em tragédia e a série, apesar da sua beleza, deixa-nos esse amargo de boca como um destino mal resolvido, bem ao contrário do habitual “happy end”.

Casting:
Pierre-François Pistorio - Paul
Véronique Jannot - Virginie de la Tour
Michèle Grellier - Sophie de la Tour
Bachir Touré - Dominique
Georges Marchal - Le gouverneur
Maurice Teynac - Le philoosophe
Sarah Sanders - Marguerite
Claude Titre - Brizac
Christian Alers - Le baron
René Antelme - Le Capitaine du Saint-Gerand
Marcelle Arnold - La dame de compagnie
Jacques Buron - Monsieur de la Tour

image

image

image

image

image

paul et virginie

4 comentários:

  1. Interessante como estas séries fazem parte da nossa história de vida e tornaram-se inesquecíveis. Ainda hoje consigo visualizar aquelas imagens de duas crianças a brincar na praia. O facto de ser a preto e branco é completamente irrelevante. Gostava de rever a série. O livro pode se encontrar em qualquer biblioteca.
    Telma

    ResponderEliminar
  2. LEMBRO ME BEM ACHO K O FINAL FOI NA PRAIA

    ResponderEliminar
  3. GOSTARIA DE VER NOVAMENTE NA RTP MEMORIA SERA QUE PODEM REPASSAR?

    ResponderEliminar
  4. flecha negra , a pedra branca , os pequenos vagabundos, sandokan, que revi a pouco tempo atras

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Talvez queira rever: