04/11/2016

Crónica Feminina - 203

 

cronica_feminina_203

Capa da revista “Crónica Feminina” – Edição Nº 203 de 13 de Outubro de 1960.

Uma capa impensável para as revistas similares dos dias de hoje. Não por já não se venderem a 15 tostões mas porque predominam temas nada condizentes com a candura e ar feliz do rapazinho. Enredos de telenovelas, mortes, traições, divórcios, erotismo a roçar a pornografia, dicas de sexo, etc, são o actual pão-nosso  do que a casa gasta. Um fartote.

É certo que os tempos ditam a evolução das coisas e obviamente da imprensa escrita, jornais ou revistas. Não se poderia esperar que, 56 anos passados, uma revista de mexericos fizesse capa com uma criancinha, a não ser que fosse o Cristianinho Ronaldo ou outro rebento de um qualquer jet-set. Todavia, porventura, passamos de um 8 muito condicionado por um regime fechado e conservador para um 80 desbragado e excessivo. O meio termo nunca foi apanágio dos portugueses pelo que as coisas são como são, no bom e no menos bom.

Tópicos relacionados:

Santa Nostalgia: Crónica Feminina

Santa Nostalgia: Crónica Feminina - Nº 617

Santa Nostalgia: Crónica Feminina - 383 - 26 de Março de 1964 ...

Santa Nostalgia: Crónica Feminina - Números 482, 483, 488, 489

Santa Nostalgia: Crónica Feminina - 433, 434

Santa Nostalgia: Crónica Feminina – Nºs 336 e 344 de 1963

Santa Nostalgia: O Natal na Crónica Feminina

Santa Nostalgia: Crónica Feminina Nº 397 – Romy

Santa Nostalgia: Casamentos de Santo António

Santa Nostalgia: 50 anos depois…

1 comentário:

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

TALVEZ QUEIRA REVER