08/06/2018

Lisboa é tua, não deites lixo na rua


O lixo, sobretudo o plástico, volta a estar na ordem do dia. Mas em 1981, na presidência de Nuno Krus Abecassis, a Câmara Municipal de Lisboa, fazia a campanha "Lisboa é tua, não deites lixo na rua" no âmbito do programa "Lisboa cidade limpa", como o documenta o cartaz acima publicado, numa mensagem sobretudo para adultos mas usando crianças, afinal, então como agora, a esperança de um melhor futuro.

É verdade que o problema do lixo, e do plástico em particular, são um problema de há décadas, mas de preocupação generalizada mais ou menos recente. Pelo início da década de 80, sendo já uma preocupação, a coisa ainda era ligeira e o hábito de sujar e conspurcar  a natureza e os espaços públicos, tanto nas cidades como até mesmo nas aldeias, estava ainda muito enraizado. Volvidos quase 40 anos, começa-se a perceber os efeitos do lixo e da poluição, na natureza e no clima, certamente que já de forma irreparável e com elevados custos sobretudo para as futuras gerações. É certo que muito tem sido feito, tanto nos hábitos das pessoas como nos procedimentos das entidades públicas, incluindo legislação mais apertada, sendo adoptados tratamentos, como a generalização do saneamento público, aterros e estações de tratamento, mas muito ainda falta fazer, mesmo ao nível dos hábitos de consumo. Deste modo, a mensagem de há 40 anos continua ainda actual.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

TALVEZ QUEIRA REVER