28/06/2019

Pó de arroz Pompeia


Cartaz publicitário do ano de 1944.

Hoje em dia as mulheres continuam a preocupar-se com o seu aspecto e  não surpreende que na generalidade continuem a dar importância à maquilhagem ou, como modernamente se diz, porque adoramos inglesismos, ao make up. As marcas e produtos de beleza de rosto são mais que muitas e populares. Cabelos, pele, olhos e lábios não escapam aos retoques. Todavia, o "pó-de-arroz" enquanto tal caiu em desuso.
Noutros tempos, porém, o "pó-de-arroz" era rei na arte de amaciar e perfumar a pele do rostos das senhoras e por isso fazia parte do leque de produtos de beleza. Era, pois, um produto popular, nomeadamente pelos anos 40, a que se refere o cartaz publicitário acima, dos anos 40.
Neste caso em concreto, uma das marcas populares, o "Pompeia" da casa francesa L.T. Piver - Paris. Para além do "pó-de-arroz", sob a mesma marca eram vendidos outros produtos associados à beleza feminina, incluindo cremes, sabonetes e perfumes. De resto a marca ainda existe e continua a tratar da beleza.
A marca tem as suas origens no remoto ano de 1774 quando foi lançado o perfume "A la Reine des Fleurs" (A Raínha das Flores). O seu fundador, Michel Adam era uma pessoa dinâmica e em pouco tempo os seus produtos forneciam nem mais nem menos que a corte de Luis XVI e depois outras cortes reais europeias. A Michel sucedeu um seu filho e mais tarde Louis Toussaint Piver que iniciou uma dinastia que tem estado à frente da empresa.

Na foto abaixo, uma das caixas em estilo da época em Arte Deco em que era embalado o pó mágico.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.