15/06/2008

O meu relógio Cauny Prima

cauny 002


O meu actual Cauny Calendario, de 17 rubis

cauny 003

A característica marca no fundo da caixa

cauny 005


O meu Cauny Major, com o inconfundível ponteiro vermelho

cauny 006


A marcação no fundo da tampa do Major

cauny 007


O Cauny Apollon, em homenagem da chegada do Homem à Lua. É um dos modelos mais populares

cauny 008


O meu modelo mais recente, ainda embalado, de movimento automático e resistente à água

Actualmente o uso de relógio está extremamente vulgarizado, pelo que mesmo em idade pré-escolar já se vêem crianças ostentando estas máquinas de medir o tempo nos seus pequenos pulsos, mesmo que ainda não sejam capzes de ler as horas. Quase sempre modelos em plástico, coloridos e com temas dos desenhos animados.
As tendas dos vendedores asiáticos e marroquinos, instaladas em qualquer romaria, vendem ao preço da "uva-chorona" relógios para todos os gostos, quase sempre aparatosos, com muitos ponteiros e muitos botões laterais, e quase sempre imitações de grandes marcas como o Tag Heur, Rolex, Patek Philippe, Longines, Tissot e outras mais. Claro que a maior parte das vezes são relógios para durar alguns dias, pelo menos enquanto se aguenta a pilha.

Hoje, de facto, a abundância é geral, e para todas as carteiras, mas no que diz respeito aos relógios nem sempre foi assim. Recordo-me que no meu tempo de criança, o normal era receber-se o primeiro relógio de pulso no final da quarta classe ou aquando da cerimónia religiosa da Comunhão Solene, como foi o meu caso. Também por tradição, o relógio quase sempre era oferecido pelo padrinho.
Não deixo, por isso, de recordar o meu primeiro medidor do tempo, oferecido precisamente pelo meu padrinho e simultaneamente avô. Tinha eu dez anos e recordo-me perfeitamente que era um Cauny Calendário. As vicissitudes do tempo e as trapalhadas nas brincadeiras de criança ajudaram a que lhe perdesse o rasto. Felizmente, já tive a oportunidade de adquirir um outro exemplar, original, como novo, adquirido em Londres. Guardo-o religiosamente como se fosse aquele que recebi do meu saudoso padrinho e uso-o principalmente em dias mais ou menos festivos ou no fim-de-semana. Com um pouco de sorte, posso admitir que foi montado pelas mesmas pacientes mãos de um qualquer mestre relojoeiro.

Este "Calendário" trata-se de um dos muitos modelos clássicos, mecânicos, de corda, da famosa marca suiça, embora com várias variantes, mas quase todos de diâmetro generoso (35 mm) e extremamente delgados, isto é, muito elegantes, quase não se sentindo o mesmo no pulso.
A Cauny Prima é ainda hoje uma das mais emblemáticas e clássicas marcas de relógios, muito famosa nos anos 60 e 70, por produzir relógios de inolvidável qualidade e beleza a preços relativamente acessíveis à classe média. Daí a sua forte implantação nessas décadas.

A Cauny, tem a sua origem em Le-Chaux-de-Fonds, na Suiça, em 1889, embora há quem afirme que apenas nos anos 20, sendo que nesta década principiou a sua comercialização. A marca ainda existe e, sem investigar, até porque não há muita informação disponível, ouvi falar que foi adquirida há algum tempo por uma empresa espanhola, que lhe recuperou a dinâmica e prestígio, continuando a produzir belos relógios com a mesma marca.

Conheço muitos modelos clássicos da Cauny, para homem e senhora, desde os mais simples e elegantes até aos de linhas desportivas e mais complexos, como o Chronograph Landeron e o Cauny Submarine; Desde os mais acessíveis até aos mais caros e luxuosos. Todos eles são de uma beleza que o tempo só veio reforçar.

Pessoalmente tenho talvez uma dúzia de modelos todos diferentes, incluindo o tal Cauny Calendário até ao Cauny Apolon, Cauny Cadet, Cauny Major, com o seu inconfundível ponteiro vermelho, que marca os segundos, e o mais recente, um Cauny automático, ainda por estrear.

Por tudo isso, dos objectos pessoais que nos marcam, os relógios ocupam um lugar de destaque. Não tanto hoje, com toda a facilidade com que se adquire, mas principalmente num tempo já distante e com todas as dificuldades próprias a ponto de se considerar então um relógio como um objecto de luxo, estimado e de valor sentimental. Devido a essa memória, a Cauny será sempre uma marca nas referências da minha memória, como também, estou certo, de muitos rapazes e raparigas da minha geração.


36 comentários:

  1. quando quiser adquirir novos modelos cauny ou mesmo outros relogios antigos fale comigo e podemos partilhar estas peças nostalgicas :)

    ResponderEliminar
  2. Confesso que foi por mero acaso que vim ter a esta página mas dou por ganho cada segundo que aqui passei a ler.
    Também sou proprietário de um Cauny Prima por herança que guardo com todo o carinho equivalente ao carinho pelo ente querido que mo deixou. Após uma vista mais cuidada posso dizer que o meu é de 15 rubis, "plaquê or" (depreendo revestido a ouro)e bracelete elástica. Não quero acreditar ter alguma raridade até porque à altura conforme diz no blogue, estes relógios seriam consideravelmente acessíveis mas o que é certo é que ainda não consegui encontrar nenhum igual. Só sei que pelas minhas contas terá pelo menos 50 anos.
    Lamento a marca não ter nenhuma página online, ou pelo menos eu não encontrei, porque gostaria muito de saber um pouco mais desta peça ou, se possível, "apanhar-lhe o rasto" pelo número de série que ainda conserva.
    Como vejo que é apreciador como eu e se assim desejar, terei o maior prazer em enviar-lhe uma foto.
    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso ate tem, a Cauby hoje em dia e "espanhola'.
      https://estore-sslserver.eu/cauny.es/epages/147b8f91-001b-460c-8d97-0e9b40da5e74.mobile/es_ES/?ObjectPath=/Shops/147b8f91-001b-460c-8d97-0e9b40da5e74/Categories

      Eliminar
  3. João,
    grato pelo comentário.
    Quanto à marca, de facto ela tem sítio na Internet. Logo abaixo do artigo existem dois links.
    Quanto à foto, claro que pode enviar para o o nosso email.

    ResponderEliminar
  4. Hugo Pereira06/03/09, 19:06

    Olá tenho um cauny do me avô que gostaria de identificar o modelo, não me parece ser nenhuma raridade mas acho interesante, de que maneira pensa que poderia fazer isso?

    ResponderEliminar
  5. Hugo, se quiser enviar-me um foto para o meu email (abaixo em contacto) pode ser que seja um dos modelos que conheço e nesse caso pderei ajudar. Caso contrário, poderá tentar contactar algum coleccionador ou até perguntar a algum relojoeiro antigo.

    ResponderEliminar
  6. OLÁ TAMBEM TENHO UM RELOGIO CAUNY PRIMA DE BOLSO SEGUNDO O RELOGOEIRO QUE ME VENDEU ELE TEM CORDA PARA SETE DIAS E SETE NOITES, O QUE VEIO A SER CONFIRMADO POR MEU RELOGOEIRO SERA TAMBEM QUE É UMA RARIDADE POIS ELE ESTA NO CONSERTO A QUASE TRES ANOS AGUARDANDO PECAS, FÁ FUI PESSOALMENTE EM SP NOS 'SEBOS' E NEM LÁ TEM VOCE TEM INFORMAÇAO DE ONDE POSSO COMPRAR PECAS??

    ResponderEliminar
  7. Eu também tenho um cauny Submarine.Qual será o valor e quantos anos terá?

    ResponderEliminar
  8. Adormeces-te?Se não queres responder não inventes.

    ResponderEliminar
  9. Ricardo Nuno,
    em relação aos posteriores comentários, penso que foste algo desagradável, ou pelo menos insistente de forma indelicada. Não percebi essa do "não inventes". O facto de ainda não ter respondido ao teu comentário e à tua questão não não significa que não queira responder.
    Quanto à tua questão em concreto, é claro que tenho vários Cauny, mas não sou relojoeiro nem especialista. Para uma resposta ideal deverias consultar um bom relojoeiro, se possível dos antigos, mostrando-lhe o teu relógio, o Cauny Submarine. Pessoalmente não tenho qualquer modelo dos submarinos, mas é um bom relógio Todavia, como compreenderás, o seu valor dependerá sempre do seu estado de conservação.
    No www.miau.pt, podes consultar o artigo Cauny e por lá normalmente existem desses relógios em leilão pelo que podes ir comparando com o teu.
    Cump.tos

    ResponderEliminar
  10. Hugo Pereira,
    quanto ao modelo do relógio do seu avô, se quiser mandar uma boa foto para o nosso email, talvez xonsiga identificar. Caso contrário, pode acompanhar o sítio www.miau.pt e procurar pelo artigo Cauny e comparar com os modelos que por lá são colocados. Pode ser que a partir daí o identifique.

    ResponderEliminar
  11. Ricardo Nuno,
    sobre a questão da idade do modelo, não te sei responder em rigor, mas tenho a ideia de que será dos anos 60/70.

    ResponderEliminar
  12. Desculpa pela forma que enssesti mas pensei que nunca mais me responderias. Mas as minhas desculpas.
    Vou tentar enviar-te uma foto, e tentar procurar uma pessoa especializada no assunto.Obrigado!Xau

    ResponderEliminar
  13. http://img138.imageshack.us/img138/3831/p10100032po7.jpg. Ainda não consegui fotos do meu submarine porque está para limpar e polir o vidro mas é igual ao dessa foto, só que o mostrador é branco.O relojoeiro onde fui disse-me que vale +- 80€.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PrimaStroke10/04/18, 13:53

      80 euros????lol
      Por um relogio espanhol com a qualidade 10 de a a 20.

      Eu as vezes compro-os por 10 euros e ate ja dei 5, é que os arranajos nao sao nada baratos, peças tem q se fazer, saem a um preço exorbitante, o que nao compensa para o tipo de relogio que é.

      Se te derem mais de 20 euros por um podes considera-te ter feito um bom negócio.

      Eliminar
    2. PrimaStroke10/04/18, 13:55

      Se ele diz que vale 80, vende-o a ele por 70 a ver se ele aceita. Pois é.....

      Eliminar
  14. tenho um Cauny prima 17 rubis antimagnetic incabloc. como posso saber o ano do relogio. posso mandar fotos

    ResponderEliminar
  15. ola eu tenho 1 cauny prima numero 585470 nao sei nada desta marca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PrimaStroke10/04/18, 13:58

      Cauny é marca espanhola,sao relogios espanhois, sempre foi, abiru um escritorio na suiça para poder tarimbar os relogios como swiss made. Mas nao sao.
      Foram apenas vendidos apra paises da america latina, eram vendidos para os paises pobres devido á qualidade nao tao superiore por isso a um preço baixo, mais acessível para a época.

      NA verdade um relogio desses a funcionar, nao tem um valor maior que 10 euros, no entanto, por nostalgia ou deconhecimento ha quem ofereça mais. O problema é depois revende-los.

      Eliminar
  16. Olá. Comprei um Cauny Prima. Depois de alguma pesquisa na net, já fiquei a saber mais sobre estes relógios. Os modelos existentes são muitos e é pena ainda não ter encontrado um site com os modelos antigos que existiam. Conhecem? Existe?

    ResponderEliminar
  17. O meu primeiro relógio, tive-o quando passei para a terceira classe, em 1970 e foi-me oferecido pelo meu padrinho, que era emigrante no Brasil e que se encontrava cá de férias. Nunca me esquecerei daquela manhã de Julho em que nos dirigimos à ourivesaria e o meu padrinho me colocou no pulso um relógio de ouro, com bracelete de couro, era um Tissot. Custou na altura 1000$00 (mil escudos). Para mim era uma fortuna imensa, nunca tinha recebido uma prenda tão generosa. Ainda guardo o relógio religiosamente.

    ResponderEliminar
  18. Olá a todos.
    tenho 8 Caunys, entre eles, do modelo "Prima", mum cronógrafo, que também é prima. Gostaria muito de vos mostrar as fotos mas não sei como inseri-las aqui.
    Gostaria de adquirir um novo Cauny, nesse sentido gostava que me indicassem locais, fidedignos, que vendam essas autenticas maravinhas da relojoaria.
    Um abraço cordial

    Carlos Fidalgo

    ResponderEliminar
  19. tenho um cauny prima com 27 rubis tem 55 anos excelente estado,ele é automatico e tem dia e semana,segundos em vermelho,por bom dinheiro venderei,o meu e-mail coguita@yahoo.com.br vivo em lisboa

    ResponderEliminar
  20. tenho um cauny prima deluxe calendar de 21 rubis, corda 24 horas,muito antigo, em bom estado de funcionamento mas com algum desgaste na caixa, gostava que fosse avaliado por alguem conhecedor para ter uma ideia do que devo fazer, não sei se justifica o investimento mandar repara-lo, alguem me pode dar uma dica?

    ResponderEliminar
  21. Tenho alguns Cauny que fui juntando ao longo de vários anos
    Estou interessado en vender alguns.
    São todos originais sem restauros.
    Mando fotos

    cauny@sapo.pt

    ResponderEliminar
  22. boa tarde
    tenho um cauny automatic com 25 rubis e calendário mas não sei qual o modelo.
    Se enviar fotos podera saber?

    Obrigado
    paulo marques

    paulojakim@gmail.com

    ResponderEliminar
  23. Tenho alguns Cauny que fui juntando ao longo de vários anos
    Estou interessado en vender alguns.
    São todos originais sem restauros.
    Mando fotos

    cauny@sapo.pt

    ResponderEliminar
  24. Boa tarde.
    Muito obrigada por este seu site.
    Tenho um relógio Cauny Prima de ouro e gostaria de saber o seu valor comercial.
    Posso enviar foto se me disser como é.
    Muito obrigada pela atenção que me possa dispensar.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  25. Boas tenho um Cauby subisse major restaurado queria saber valor se fosse vender hoje?
    E tenho alguns raridades como um hummber 17 jewels; e um Oliver 17jewels quanto podem valer?
    Aguardo resposta
    Acorreia_cenatex@hotmail.com

    ResponderEliminar
  26. Boas
    Tenho um Cauny suisse major 17jewels restaurado queria saber quanto pode valer?
    Ainda tenho um hummber 17jewels e um Oliver 17jewels a trabalhar quanto podem valer?
    Aguardo resposta
    Acorreia_cenatex@hotmail.com

    ResponderEliminar
  27. Boas também gostaria de possuir um relógio igual ao seu Cauny Calendário pois e´ igual a do meu saudoso pai, não sei que foi feito dele.
    as1604334@sap.pt

    ResponderEliminar
  28. PrimaStroke10/04/18, 13:43

    As informaçoes que tem dos Cauny estão todas erradas, lamento estragar-lhe um pouco o seu mundo , mas aqui vai:

    Cauny são relógios espanhóis, a sua qualidade nada tem a ver com os suiços.

    A empresa apra conseguir singrar no mercado, abriu um escitório na Suiça, para poder colocar made in swiss, caso contrario teria de levar made in Espana, o que provávelmente nao venderia tanto.Cauny sempre foi espanhola.

    Ninguem sabe ao certo, se eles eram fabricados em espanha e enviados para os escritorios na suiça , ou se eram lá montados, mas na verdade havia uma coisa obscura sobre esse tema, possivelmente eram apenas fabricados em espanha e so uma pequena quantidade enviada para a suiça.

    Só foram vendidos para paises latinos, incluindo america latina, nao sendo muito onhecidos no resto do mundo.

    Quando á sua qualidade, ve-se pelo preço, eram de mais fácil aquisição que os outros verdadeiros swiss. A empresa ainda existe, mas nao sei se ainda tem representaçao em espanha.

    Sao agora vendidos a preços algo elevados, talvez fruto do desconhecimento do público sobre a qualidade dos mesmos e esquecimento do que eram. Cauny, na e+oca em qu7e quartz ainda nao havia, eram os relogios do povo. Sao relogios espanhois sem a qualidade de um rolex, por exemplo.

    ResponderEliminar
  29. PrimaStroke10/04/18, 13:47

    Acorreia_cenatex@hotmail.com

    Os Cauny nao valem nada, mas visto que mecanicos já sao raridade, e fruto de desconhecimento de muitos, talvez alguem lhe dê 40 euros por um. Ja vi preços desde os 10 euros até 120, depende de quem vende e de quem compra, como se costuma dizer, veja se pega.Ha sempre uns quantos aficionados por relógios que sao loucos por tudo que se mexe :) È bom nao esquecer que Cauny sempre foi espanhola e sao relogios espanhois.

    ResponderEliminar
  30. Caro PrimaStroke, não quero em meu nome nem dos demais visitantes questionar os seus conhecimentos que possa ter do mundo dos relógios e do Cauny em particular. Mas já todos percebemos que pelos seus vários comentários, não gosta nem valoriza tais relógios e tal marca.
    Em todo o caso, o simples facto de um relógio ser feito na Suiça não lhe dá valor nem qualidade ou vice-versa. Hoje em dias grandes marcas europeias e americanas fabricam na Ásia e não é por isso que se lhes retira qualidade.
    Por outro lado, fica-lhe mal dizer que os Cauny não valem nada. As coisas valem sempre o valor que lhes quisermos dar e no mundo dos negócios nem sempre se paga qualidade, mas antes a marca e o marketing. E relativamente aos cauny, e falo por mim, o meu vale, porque foi meu em criança e tem o valor inestimável do tempo e da memória e evoca quem mo ofereceu e assim vale imensuravelmente mais que uma qualquer marca de prestígio e não o trocava por um Tag Heuer ou qualquer outra marca de top. Portanto, pelo menos fica bem tentar diferenciar o conceito de valor porque um simples copo de água vale imensuravlemente mais para quem perdido no deserto morre à sede do que um relógio de ouro no pulso da mesma pessoa. Poderia ilustrar com mais analogias só para perceber o conceito de valor. E se todos percebemos o valor intrínseco enquanto peça de relojoaria de qualidade, também devemos perceber o valor sentimantal que de um modo geral damos ás coisas.
    Por isso, suiço ou espanhol, ou espanhol na suiça, o Cauny tem d efacto muito valor para muitas pessoas e desde logo o valor de ter sido popular e cehgar aos pulsos de gente com menos posses para marcas de ricos.
    Passe bem.

    ResponderEliminar

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

TALVEZ QUEIRA REVER