Bronzeador Coppertone

 

coppertone bronzeador sn

coppertone bronzeador sn2

Hoje trago à memória o bronzeador Coppertone, uma marca inicialmente propriedade da Merck, que se fundiu recentemente com a Schering-Plough.

O Coppertone era popular já nos anos 50/60 e frequentemente era alvo de campanhas publicitárias, especialmente em revistas. Para além do primeiro cartaz acima publicado, ficou famoso o segundo, dos anos 50, com a imagem de um cãozito a puxar o calção de uma menina, expondo a diferença do bronzeado. Esta imagem mantém-se como ícone e símbolo da marca. Apesar disso, num contra ciclo, mas num período onde os temas da pedofilia têm tido grande destaque na sociedade moderna, a imagem original tem sido revista de modo a denunciar menos as nádegas da rapariguita.


Por não ser utilizador destes produtos, confesso (santa ignorância) que na actualidade desconheço se será ou não comercializado em Portugal, sendo que no Brasil, produzido pela Mantecorp, é muito popular.
Seja como for, o tempo é de praia e por estes dias excessivamente quentes, com Coppertone ou com outra marca qualquer, mais com protector do que bronzeador, importa sobretudo proteger a pele da radiação do sol, sobretudo de crianças e se possível, na sombra, debaixo do guarda-sol e evitando as horas mais perigosas (11/16). Todos os cuidados são poucos.

Comentários

  1. e o vídeo alguém sabe onde encontrar? tinha uma musica que ficava no ouvido

    ResponderEliminar
  2. Continua, sim! Pela primeira vez em anos, ontem reencontrei produtos desta marca numa gasolineira em Lisboa.

    ResponderEliminar
  3. O negócio da Inibsa já não é bem esse. A Coppertone já era propriedade da Bayer, e por sua vez a Beiersdorf, fabricante da Nivea e de outras marcas de cuidados corporais, comprou a marca americana Coppertone à Bayer por 550 milhões de dólares (490 milhões de euros).

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Os comentários estão sujeitos à prévia aprovação por parte do autor do blog.

Mensagens populares deste blogue

Una, duna, tena, catena...

Revista Novela Filme - O homem que fazia chover

A Comunhão Solene ou Profissão de Fé

Pub-CF