Uma Casa na Pradaria - Série de televisão

Hoje trazemos à memória a série de televisão "Uma Casa na Pradaria", tradução do título original "Little House on the Prairie". 

Produzida e exibida nos Estados Unidos pela NBC entre 11 de Setembro a 21 de Março de 1893, sendo que no último ano teve  o título de "Little House: A New Beginning". A série foi baseada na obra literária de Laura Ingalls Wilder. Teve um total de 183 episódios com uma duração de 45 minutos cada. 

Em Portugal a série apenas foi exibida originalmente na RTP a partir de 7 de Janeiro de 1984, por isso já depois de ter terminado a sua produção e exibição nos Estados Unidos.

O espaço temporal da série desenrola-se na década de 1870. O enredo acompanha o dia-a-dia da família Ingalls, liderada pelo patriarca Charles Ingalls (interpretado por Michael Landon), sua esposa Caroline (por Karen Grassle) e suas  filhas, Mary (Melissa Sue Anderson), Laura (Melissa Gilbert), que era a narradora habitual, Carrie (pelas gémeas Lindsay e Sidney Greenbush) e Grace. Ainda o Albert, filho adoptivo.

Determinada a construir uma vida melhor, a família de pioneiros estabelece-se em Walnut Grove, uma pequena cidade na fronteira do oeste americano.

A série aborda temas como as lutas diárias da vida na fronteira, o espírito de comunidade, a superação das dificuldades, perigos e desafios e as relações familiares e comunitárias. Charles Ingalls é um homem trabalhador e compassivo, enquanto sua esposa Carolline é uma mulher forte e dedicada à família. A narrativa destaca a educação das filhas, as amizades na comunidade e os obstáculos enfrentados pelos pioneiros, como os rigores do clima, conflitos com povos nativos americanos e a busca pela prosperidade em uma terra ainda selvagem.

Ao longo de suas nove temporadas, "Little House on the Prairie" tornou-se um clássico da televisão, cativando o público com suas histórias emocionantes e personagens memoráveis, enquanto oferecia uma visão nostálgica e romântica da vida no oeste americano do século XIX.

Entre nós a série foi igualmente popular e seguida com muita devoção. A figura de Charles Ingalls beneficiava da popularidade do intérprete Michael Landon na série de western "Bonanza", como Little Joe.

Pessoalmente assisti a alguns episódios mas em rigor nunca me prendeu demeasiado a atenção. Gostos. Daí, talvez, só agora trazer à memória esta série apesar de ter sido uma das mais emblemáticas dessa metade da década de 1970 e toda a década seguinte. Mesmo que tardiamente é justo que fique aqui a referência.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Colecção Formiguinha – Editorial Majora

Una, duna, tena, catena...

A Comunhão Solene ou Profissão de Fé

Pub-CF